Um pastor de igreja evangélica localizada no município de Breves, no arquipélago do Marajó, foi condenado a 39 anos de prisão por estupro de vulnerável, exploração sexual e por possuir e armazenar pornografia infantil, com o agravante de que ele…

Acionado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, o Ministério Público Federal recomendou ao prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, medidas efetivas para que os responsáveis pelo edifício conhecido como Bloco B da Assembleia Paraense assegurem a manutenção emergencial do…

Na quarta-feira passada (22), operários e servidores ligados à execução da reforma e readequação do Palácio Cabanagem almoçaram com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Chicão, que preferiu essa forma de reunião para agradecer pelo compromisso com o trabalho e…

Nunca reclamem de barreiras de fiscalização no trânsito. Graças aos agentes do Detran-PA um homem vítima de sequestro foi resgatado ileso ontem à noite, por volta das 23h, na rodovia BR-316. Conforme relato do coordenador de Operações do Detran-PA, Ivan…

Celpa tem 30 dias para oferecer energia a Óbidos e Curuá

De quatro a cinco vezes por dia há interrupções no fornecimento de serviço de energia elétrica em Óbidos e Curuá, causando sérios danos à população, bem como às instituições públicas. Cansado de ouvir da Celpa as mesmas desculpas esfarrapadas, e muitas vezes desmentidos, embora a péssima prestação do serviço seja pública e notória, o MP ajuizou ação civil pública com pedido de tutela antecipada, deferido pela Justiça de Óbidos. Agora, a Celpa tem prazo de 30 dias para garantir o fornecimento de energia elétrica de forma adequada, eficiente, segura e contínua para os municípios de Óbidos e Curuá.
Caso a liminar seja descumprida, a multa diária é de R$5mil, até o limite de R$1 milhão, valor que deverá ser revertido em investimentos na rede elétrica do município, administrado pelo MP.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *