Em uma aula prática da Faculdade de Medicina da Unifamaz, ontem, o professor Marcus Vinícius Henriques de Brito, visivelmente impaciente com a aluna que deveria demonstrar intubação em um boneco, questionou a falta de lubrificação prévia do paciente, ao que…

Na quarta-feira passada, dia 24, a audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara Federal, em Brasília, era para discutir a gravíssima situação na Terra Indígena Yanomami, mas o clima de enfrentamento entre bolsonaristas e lulistas inviabilizou…

O prefeito Edmilson Rodrigues anunciou que Belém tem condições de fazer o Carnaval 2022, após reunião hoje (25) à tarde com representantes das escolas de samba e blocos carnavalescos. Ele acredita que com mais de 80% de pessoas vacinadas contra…

Em 17 de dezembro de 1999, a Assembleia Geral das Nações Unidas designou o 25 de novembro Dia Internacional da Eliminação da Violência contra a Mulher. Passados 22 anos, os dados do 14° Anuário Brasileiro de Segurança Pública são aterrorizantes: por…

Caravana da Verdade no sul do Pará

Paulo Fonteles, Idelma Santiago, Marcelo Zelic,Nádia Symme e Cássio Guilherme 
Paulo Fonteles, Nádia, Marcelo Zelic, Beto Salame e Sezostrys Costa
A Comissão Estadual da Verdade do Pará está em Marabá. Nos próximos dez dias, ouvirá mais de uma centena de pessoas, entre camponeses, indígenas, ex-mateiros e ex-soldados envolvidos no episódio da Guerrilha do Araguaia.
As atividades incluem Palestina do Pará e São Geraldo do Araguaia.

Em Marabá, neste sábado, das 9h às 10:30h, na abertura oficial da programação, o tema ‘A Guerrilha do Araguaia: Camponeses e Indígenas e a Repressão Política na Amazônia’ será explanado pelo reitor da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará, professor doutor Maurílio Monteiro; Ana Maria Oliveira, membro da Comissão de Anistia do Ministério da Justiça; Marcelo Zelic, vice-presidente do Grupo Tortura Nunca Mais-SP, membro da Comissão Justiça e Paz da Arquidiocese de São Paulo  e coordenador do projeto Armazém Memória; Sezostrys Alves da Costa, da Associação dos Torturados na Guerrilha do Araguaia, deputado federal Beto Salame, da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados; deputado estadual Carlos Bordalo, presidente da Comissão de Direitos Humanos da Alepa,  João Salame, prefeito de Marabá; Valciney Gomes, prefeito de Palestina do Pará; José Batista Afonso, da Comissão Pastoral da Terra; e Paulo Fonteles Filho, membro da Comissão da Verdade do Pará

Na instalação do Grupo de Trabalho Indígena da Comissão da Verdade do Pará, estão confirmadas as presenças de representantes das etnias Aikewara, Gavião, Parakanã e Assurini, além da Funai, Unifesspa e Marcelo Zelic.

Em Palestina do Pará, haverá exibição do documentário ‘Araguaia, Campo Sagrado’, de Evandro Medeiros, em praça pública.
Em São Geraldo do Araguaia, a Comissão de Anistia do Ministério da Justiça, ATGA, Sintepp e Unifesspa participam das oitivas e programação cultural na sede do Sintepp local.

Sessões temáticas sobre a ‘Casa Azul’ e ”As Chacinas nos Castanhais Ubá e Pricesa”, em Marabá, encerrarão a caravana. Vejam as fotos de Jean Brito.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *