Os dirigentes do Sindicato e da Associação dos Servidores da Assembleia Legislativa festejaram o resultado da reunião de hoje com o presidente da Alepa, deputado Chicão, que também convidou para o encontro o Chefe de Gabinete da Presidência, Reginaldo Marques…

A Administração Superior do Ministério Público do Pará está empenhada em fortalecer a atuação dos promotores de justiça no arquipélago do Marajó, onde a situação de extrema pobreza, agravada pela pandemia, perpetua crimes gravíssimos como os abusos e exploração sexual…

“A Prefeitura de Belém, por meio da Comissão de Defesa Civil de Belém, informa que realizou vistoria técnica no bloco B do imóvel localizado na avenida Presidente Vargas, 762, no dia 11 de fevereiro, às 9h, em conjunto com representantes…

DEM e PSL ainda nem consumaram a fusão, prevista para outubro deste ano, mas a briga já é de foice. O ex-presidente do Senado Davi Alcolumbre e o ex-prefeito de Salvador ACM Neto duelam nos bastidores pelo comando do novo…

Assassinatos em série de advogados no Pará

Os vários atentados sofridos por advogados, no exercício da profissão, no Estado do Pará,
serão tema da sessão especial proposta pelo deputado Edmilson Rodrigues, às 9h, amanhã, na Alepa. Desde 2011, já são quatro assassinatos, uma ameaça de morte e uma rajada de balas contra o carro de três advogados quando retornavam de um júri no dia 04 de abril deste ano.
 
Pedro Mascarenhas Júnior foi morto em Belém, em 08 de dezembro de 2011; Fábio Teles dos Santos, morto em 21 de julho de 2011, em Cametá; Marcos Siqueira Bastos, morto em 26 de julho de 2012, em Castanhal; Jorge Guilherme de Araújo Pimentel, morto em 02 de março de 2013, em Tomé-Açu.  Jorge Luiz da Silva Alexandre está ameaçado de morte em Santa Maria do Pará. César Ramos da Costa, Alessandra Souza Pereira e Rodrigo Cruz sofreram atentado no dia 04 de abril de 2013, com armas de uso exclusivo das Forças Armadas, na Alça Viária, em Abaetetuba. Eles foram salvos pela blindagem do carro em que estavam. E ainda está sob investigação o homicídio do advogado Luigi Vasconcellos Freire, na casa dele, no dia 15 de setembro deste ano.
 

Além da OAB nacional e OAB-PA, também foram convidados para a sessão representantes do TJE-PA, MPE-PA, MPF-PA, Segup e Sociedade Paraense de Defesa dos Direitos Humanos (SDDH).

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *