Na terça-feira da semana passada (19), quando estava em votação no plenário da Assembleia Legislativa projeto de Indicação de autoria da deputada Professora Nilse Pinheiro transformando o Conselho Estadual de Educação em autarquia, detentora de autonomia deliberativa, financeira e administrativa,…

A desgraça sempre chega a galope, mas tudo o que é bom se arrasta indefinidamente no Brasil, o país dos contrastes e contradições, rico por natureza, com poucos bilionários e povo abaixo da linha da pobreza. Parece inacreditável, mas tramita…

O prefeito de Oriximiná, Delegado Willian Fonseca, foi reconduzido ao cargo pelo juiz titular da Vara Única daComarca local, Wallace Carneiro de Sousa, e literalmente voltou a tomar posse nos braços do povo. Era por volta do meio-dia, hoje (26),…

A equipe multidisciplinar do centro obstétrico da Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará, em Belém (PA), vivenciou uma experiência rara e emocionante: o parto empelicado. Imaginem um bebê nascendo dentro da placenta intacta, com os movimentos visíveis, praticamente ainda…

Advogados são essenciais à Justiça, mas morrem de encomenda

O auditório João Batista lotou na sessão especial da Alepa que debateu, hoje, o drama vivido por advogados do Pará, tendo em vista o alto índice de assassinatos e ameaças de morte aos profissionais, em razão do exercício da profissão, essencial ao exercício da justiça e cidadania.
 
O presidente da OAB-PA, Jarbas Vasconcelos, defendeu que o governador Simão Jatene peça ao ministro da Justiça apoio para prender os mandantes da execução do advogado Jorge Pimentel, em Tomé-Açu, caso que se tornou emblemático por envolver um prefeito.
Em discurso duro, Jarbas disse que a morte não tem cor partidária e pediu que os deputados aprovem uma moção no sentido de que o governador peça a colaboração da Polícia Federal.
 
A área de Segurança Pública do Estado estava muito representada, com os secretários adjuntos de Gestão Operacional, Coronel Mário Solano, e de Inteligência e Análise Criminal, Cláudio Galeno; a delegada geral adjunta, Christiane Lobato, e vários delegados de polícia, além do promotor Aldir Viana, representando o MPE-PA. A ausência de representante do TJE-PA foi sentida pelos presentes e lamentada pelo presidente da sessão, deputado Edmilson Rodrigues(PSOL).
 
O Conselheiro federal da OAB, Evandro Pertence, vice-presidente da Comissão Nacional de Defesa das Prerrogativas e Valorização da Advocacia, disse que o Pará sobressai nacionalmente em razão das mortes de advogados e pela impunidade dos crimes.
 
A violência é muita. Só hoje, até o final da manhã, haviam sido cometidos nove homicídios no Pará, três em Belém e seis no interior. Não de advogados, que fique claro. Os dados foram informados pelo delegado Cláudio Galeno, secretário adjunto de Inteligência e Análise Criminal da Segup. Que, entretanto, afirma que o aparato estadual está preparado para o enfrentamento e que trabalha em permanente cooperação, ainda que informal, com a Polícia Federal e o MPF. 
 
O Coronel Mário Solano, secretário adjunto de Gestão Operacional, confirma a cooperação com a PF e revela que os avanços nas investigações não são divulgados para não prejudicar os resultados, mas garante que a prisão dos mandantes e executores dos crimes é iminente. 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *