A empresa de ônibus Belém-Rio, que faz a linha para o distrito de Outeiro – Ilha de Caratateua, em Belém, aparentemente está falida e reduziu pela metade a sua frota, causando enorme sofrimento aos usuários do transporte coletivo. O serviço,…

A Cosanpa abriu nada menos que seiscentos buracos imensos nos bairros mais movimentados de Belém, infernizando a vida de todo mundo com engarrafamentos e causando graves riscos de acidentes, principalmente porque chove sempre, e quando as ruas alagam os buracos…

O Procurador-Geral de Justiça César Mattar Jr. inaugurou nesta quinta-feira, 16, o Núcleo Eleitoral do Ministério Público do Estado do Pará, que vai funcionar na sede das Promotorias de Justiça de Icoaraci, distrito de Belém. O coordenador será o promotor…

A desembargadora Maria de Nazaré Saavedra Guimarães, que se destaca pelo belo trabalho que desenvolve à frente da Comissão de Ações Judiciais em Direitos Humanos e Repercussão Social do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, e que já coordenou…

Votação de relatório de MP só na terça

O senador Flexa Ribeiro leu hoje o seu relatório na Comissão Mista da Medida Provisória 790/2017, que altera a Lei 6.567/1978 e o Código de Mineração (Decreto-Lei 227/1967). Entre as mudanças, estão a obrigatoriedade de seguro contra acidentes para barragens e facilidades para o pequeno minerador (por exemplo, permite que atue em área concedida para grande empresa, quando ela não tenha interesse). Mas a votação ficou para a próxima terça-feira (24), às 15h, porque foi concedida vista coletiva. Das 250 emendas, 59 foram acolhidas total ou parcialmente pelo relator. 

Uma das principais mudanças é a ampliação do prazo para pesquisa mineral, que será de dois a quatro anos. Hoje é de um a três anos. 

A MP prevê responsabilidade do minerador em recuperar áreas ambientalmente degradadas e executar o plano de fechamento da mina, em caso de necessidade. O senador Flexa Ribeiro amarrou que essa obrigatoriedade esteja em consonância com a solução técnica exigida pelo órgão competente e que o poder público elabore programas específicos para recuperação de áreas com passivo ambiental. 

Flexa manteve os instrumentos que tratam das infrações cometidas pelos titulares de direitos minerários, assim como a atualização dos valores de multas. Contudo, não considerou ser razoável impedir que o titular do direito minerário fique impedido de negociá-lo para quitar dívidas junto ao DNPM. Também acatou emenda que prevê a criação do Conselho Nacional de Política Mineral, responsável pelo assessoramento do Presidente da República nos assuntos de interesse do setor. O CNPM deverá ter composição plural, representando as diversas matizes regionais, públicas e privadas.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *