Evellyn Vitória Souza Freitas nasceu no chão do banheiro do Hospital Municipal de Portel, município do arquipélago do Marajó (PA), no dia 28 de julho de 2021, por volta das 8h da manhã, prematura de 28 semanas e dois dias, pesando 1Kg e 39…

Vanete Oliveira, a jovem marajoara de 28 anos e mãe de cinco filhos que sofre há catorze anos com um tumor enorme em um dos olhos, que lhe cobre quase a metade da face, já está internada no Hospital Ophir…

Equipes da Divisão de Homicídios e da Delegacia de Repressão de Furtos e Roubos estavam monitorando há um mês o grupo criminoso que planejava roubar em torno de R$ 1 milhão no caixa eletrônico do Banpará localizado dentro do Hospital…

Vanete Oliveira, 28 anos, mãe de cinco filhos, vive em Portel, município do arquipélago do Marajó(PA). Ela sofre há catorze anos dores atrozes além do desconforto, trauma e todo tipo de dor física e psicológica, por conta de um tumor…

VI Desafio do Marajó

A turma da magrela que gosta de superar marcas já está preparada para o VI Desafio do Marajó, que testa os limites e a resistência de ciclistas, em um percurso que cobre os 140 Km de distância entre Cachoeira do Arari e Soure, através dos campos do arquipélago do Marajó, e que será disputado nos próximos dias 15 e 16, com saída às 6 h. Este ano, uma novidade é a trilha de 40 Km, no segundo dia da competição. Assim, quem ainda não estiver apto para a prova principal pode participar dessa etapa.
Outra é a criação de mais um ponto de hidratação para os atletas. Os postos dos quilômetros 40 e 80 foram mantidos e o novo será mais próximo do final da prova. 

Nesta quinta-feira, 6, haverá uma reunião na sede da Secretaria de Estado de Segurança Pública para tratar das providências a serem tomadas para o evento, apoiado pelas Secretarias de Estado de Esporte e Lazer, de Saúde, e de Comunicação, além do Corpo de Bombeiros e Polícias Civil e Militar. 

A viagem de ida para o Marajó será na noite de quinta-feira, dia 13, e a volta no dia 16, em balsa fretada especialmente para o evento. Para a prova completa, a inscrição dá direito à camisa oficial, transporte do competidor e da bicicleta (de Camará a Cachoeira do Arari, na ida, e de Soure a Camará, na volta), jantar no dia 15 (com pernoite na fazenda Cueiras), café da manhã no dia 16 (na mesma fazenda), medalha e pulseira para os que completarem o circuito, serviços de hidratação e alimentação nos postos de apoio e apoio e resgate.
Os vencedores ganham bicicletas, pulseiras e medalhas artesanais – estas, confeccionadas por integrantes de uma associação de moradores do Marajó – e todos recebem certificados de participação. O encerramento será na praia do Pesqueiro, em Soure, em meio a uma festa. 

Os veteranos dizem que é uma prova difícil, desgastante, que beira o desumano, demanda muita força e determinação para chegar ao final, mas é uma experiência inesquecível. As inscrições para o VI Desafio do Marajó ainda podem ser feitas aqui

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *