Embora o Quartel Tiradentes esteja localizado no coração do bairro do Reduto, sediando o 2º BPM e duas Companhias da Polícia Militar do Pará, os meliantes parecem desafiar abertamente os policiais. Os assaltos no bairro continuam muito frequentes, principalmente no…

Douglas da Costa Rodrigues Junior, estudante de Letras - Língua Portuguesa da Universidade Federal do Pará e bolsista do Museu Paraense Emílio Goeldi, ganhou a 18ª edição do Prêmio Destaque na Iniciação Científica e Tecnológica na área de Ciências Humanas…

O Ministério Público do Trabalho PA-AP abrirá na segunda-feira inscrições para Estágio de Nível Superior. A seleção será destinada ao preenchimento de vagas e formação do quadro de reserva de estagiários dos cursos de Administração/Gestão Pública, Biblioteconomia, Direito, Jornalismo, Publicidade/Propaganda…

Hoje, dia 23 de julho de 2021 às 19h, o Instituto Histórico e Geográfico do Pará realizada a nona “Live em Memória” da programação alusiva aos 121 anos do Silogeu, desta vez em homenagem ao centenário de nascimento do Almirante…

Veto ao Fundeb na LOA 2018

O presidente Michel Temer sancionou a Lei Orçamentária Anual para 2018. Vetou o aporte de mais R$ 1,5 bilhão para o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Mas garantiu R$ 1,716 bilhão para o Fundo Especial de Financiamento de Campanha, que vai custear com recursos públicos as eleições de 2018, o que dá a exata dimensão do que é priorizado neste País. O Fundeb tem cerca de R$ 14 bilhões para este ano. Parece muito, mas na verdade é pouco, muito pouco para garantir educação de qualidade, a única forma de tirar o Brasil do subdesenvolvimento.

O Orçamento prevê um déficit primário de R$ 157 bilhões e crescimento de 2,5% do PIB para os próximos 12 meses. 

A LOA prevê despesas da ordem de R$ 3,5 trilhões em 2018, sendo que R$ 1,16 trilhão são para refinanciar a dívida pública. Sobram à União cerca de R$ 2,42 trilhões. Desses, só R$ 112,9 bilhões são destinados a investimentos públicos. O custeio da Previdência Social soma R$ 585 bilhões e o pagamento de juros da dívida pública deverá alcançar R$ 316 bilhões.
O gasto com funcionalismo público foi estimado em R$ 322,8 bilhões, que contemplam o adiamento de reajustes salariais e o aumento da contribuição previdenciária dos servidores (de 11% para 14%), determinado pela Medida Provisória 805/17. 

As regras do novo Fundo Especial de Financiamento de Campanha estabelecem o repasse de 30% dos recursos destinados às emendas de bancada de execução obrigatória no Orçamento e do dinheiro proveniente da compensação fiscal das emissoras de radiodifusão com o fim de parte da propaganda partidária eleitoral. A estimativa é de que esses recursos cheguem a R$ 400 milhões e se somem aos valores previstos no Orçamento.

Acessem a LOA 2018 aqui.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *