Na terça-feira da semana passada (19), quando estava em votação no plenário da Assembleia Legislativa projeto de Indicação de autoria da deputada Professora Nilse Pinheiro transformando o Conselho Estadual de Educação em autarquia, detentora de autonomia deliberativa, financeira e administrativa,…

A desgraça sempre chega a galope, mas tudo o que é bom se arrasta indefinidamente no Brasil, o país dos contrastes e contradições, rico por natureza, com poucos bilionários e povo abaixo da linha da pobreza. Parece inacreditável, mas tramita…

O prefeito de Oriximiná, Delegado Willian Fonseca, foi reconduzido ao cargo pelo juiz titular da Vara Única daComarca local, Wallace Carneiro de Sousa, e literalmente voltou a tomar posse nos braços do povo. Era por volta do meio-dia, hoje (26),…

A equipe multidisciplinar do centro obstétrico da Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará, em Belém (PA), vivenciou uma experiência rara e emocionante: o parto empelicado. Imaginem um bebê nascendo dentro da placenta intacta, com os movimentos visíveis, praticamente ainda…

TRT8 é chefiado agora por duas mulheres

Foto: ascom TRT8
Foi repleta de emoção a sessão solene de posse das novas dirigentes do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região para o biênio 2016/2018: as desembargadoras Suzy Elizabeth Cavalcante Koury (presidente) e Sulamir Palmeira Monassa de Almeida (vice). O desembargador Walter Roberto Paro é o novo Corregedor Regional do TRT8. 

Quando o desembargador José de Alencar, orador oficial da solenidade, fez o discurso de saudação em nome de seus pares, começou citando um fragmento do livro Eclesiastes “Há tempo para o tempo”, e homenageou, in memoriam, o pai da presidente empossada, Ophir Cavalcante, que presidiu a OAB Nacional e a OAB-PA, e foi Consultor Geral do Estado, entre muitas funções relevantes que exerceu. “Os que tivemos a honra, a felicidade e o bom gosto de conviver com Ophir Filgueiras Cavalcante, o pai muito querido da desembargadora presidente, sabemos que ele nos chamava a todos de mano velho. Com o passar dos anos, todos passamos a chamá-lo também assim. E foi assim que ele se tornou o nosso Mano Velho. A cada reencontro, quando se lhe perguntava como ia, ele respondia, invariavelmente, com a bonomia e simpatia que a todos cativava e encantava, com um verbo, conjugado sempre no gerúndio: manuvelhando. Nos bons e altos páramos onde ele agora está manuvelhando, ele contempla e inspira a filha querida que, neste seu tempo de presidir, terá que presidir manuvelhando, sempre, pois só assim fará a boa travessia que esse tempo lhe incumbiu fazer”, rememorou.

Todos os que lotavam o auditório ficaram muito emocionados. A presidente Suzy Koury chorou, um choro lindo de amor filial que levou quase todos também às lágrimas. E proferiu seu compromisso oficial: “Somos todos soldados da Justiça do Trabalho, cidadãos brasileiros que desempenham com dedicação e honestidade os seus deveres constitucionais. Esta justiça especializada é de todos nós brasileiros. Reafirmo meu compromisso de lutar para que valores fundamentais da consciência ética e jurídica dos povos civilizados deixem de ser violados, para a diminuição da desigualdade. Minha amiga Sulamir Monassa Palmeira de Almeida, eleita vice-presidente, tenho certeza que construiremos alianças que permitam contribuir com a formação de consciência crítica e de elos solidários para a diminuição de todos os tipos de desigualdades, incluída a de gênero. O Corregedor ora eleito, desembargador Walter Roberto Paro, muito contribuirá com a paz e harmonia deste Regional”. 

O ministro João Oreste Dalazen, decano do Tribunal Superior do Trabalho, que representou o TST na cerimônia de posse, salientou que a desembargadora Suzy é uma personalidade talhada para o exercício da magistratura e também para cargo de gestão, pela habilidade, capacidade intelectual, de conciliar e agregar, neste momento tão difícil por que passa a magistratura nacional. 

Já o desembargador Francisco Sérgio Rocha, que deixou a presidência do TRT8, recebeu agradecimentos especiais do presidente da OAB-AP, Paulo Henrique Campelo Barbosa, que mencionou o legado ao povo do Amapá, em especial a população de Macapá, que ganhou um prédio moderno, com características amazônicas, dotado de mecanismos para reaproveitar a água da chuva e dos aparelhos de ar-condicionado, além de sistema de utilização de energia solar. 

Membros do Ministério Público do Trabalho, Tribunal de Justiça do Estado do Pará, Procuradoria dos Estados do Amapá e Pará, OAB-AP e OAB-PA, presidentes de outros TRTs, juízes do Trabalho, autoridades militares, acadêmicas, familiares e servidores prestigiaram a solenidade. 

Vejam as fotos do evento, feitas pela ascom do TRT8, aqui.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *