A Administração Superior do Ministério Público do Pará está empenhada em fortalecer a atuação dos promotores de justiça no arquipélago do Marajó, onde a situação de extrema pobreza, agravada pela pandemia, perpetua crimes gravíssimos como os abusos e exploração sexual…

“A Prefeitura de Belém, por meio da Comissão de Defesa Civil de Belém, informa que realizou vistoria técnica no bloco B do imóvel localizado na avenida Presidente Vargas, 762, no dia 11 de fevereiro, às 9h, em conjunto com representantes…

DEM e PSL ainda nem consumaram a fusão, prevista para outubro deste ano, mas a briga já é de foice. O ex-presidente do Senado Davi Alcolumbre e o ex-prefeito de Salvador ACM Neto duelam nos bastidores pelo comando do novo…

Um pastor de igreja evangélica localizada no município de Breves, no arquipélago do Marajó, foi condenado a 39 anos de prisão por estupro de vulnerável, exploração sexual e por possuir e armazenar pornografia infantil, com o agravante de que ele…

TJE recua

A desembargadora Albanira Bemerguy suspendeu o bloqueio da conta do município de Belém. Ela levou em consideração “os prejuízos iminentes à coletividade”. No despacho, também determina que os valores sequestrados permaneçam sob tutela do TJE-PA “até ulterior deliberação”, além de requerer que todos “os valores já liberados e que já se encontram nas contas dos credores sejam também repassados ao Tribunal”. O prefeito confirmou que houve saque de mais de R$ 1 milhão dos cofres públicos. O município terá prazo de 30 dias para apresentar “razões complementares quanto ao pagamento dos precatórios”. A Prefeitura contesta os valores arbitrados. A Semaj entrou com ação rescisória para anular os precatórios já julgados. Quer parcelar em 10 anos o pagamento.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *