O procurador do Ministério Público do Trabalho Sandoval Alves da Silva tomou posse na chefia da Procuradoria Regional do Trabalho da 8ª Região para o biênio de 2021-2023 enfatizando o papel decisivo do MPT na garantia dos direitos humanos. O…

Prevaleceu o bom senso e o cuidado com as pessoas. O prefeito Edmilson Rodrigues ouviu o secretário municipal de Saúde, Maurício Bezerra, e técnicos responsáveis pela vacinação e enfrentamento à Covid-19, e cancelou os desfiles das escolas de samba, blocos…

Começou hoje (27) às 8h e segue até às 17h a votação nas prévias do PSDB para escolher seu candidato à Presidência da República. O resultado, se tudo correr bem, deve ser anunciado às 20h. O partido passou a semana…

Em uma aula prática da Faculdade de Medicina da Unifamaz, ontem, o professor Marcus Vinícius Henriques de Brito, visivelmente impaciente com a aluna que deveria demonstrar intubação em um boneco, questionou a falta de lubrificação prévia do paciente, ao que…

Terror na BR-155

A comitiva da Frente Parlamentar de Apoio ao Desenvolvimento
Sustentável da Mineração do Estado do Pará e do Simineral, que cumpre uma
maratona de visitas técnicas a empreendimentos na região sudeste/sul do Pará, comeu o pão que o diabo amassou na
BR-155, antiga PA-150, no trecho entre Eldorado dos Carajás e Marabá.
Desde quarta-feira,
os veículos já estavam passando com dificuldades. O deputado Raimundo Santos(PEN),
presidente da Frente, que viaja com o presidente do Simineral, José Fernando
Gomes Jr., e executivos de mineradoras, telefonou para o DNIT e para a Polícia Rodoviária
Federal alertando acerca das condições da rodovia e solicitando providências
urgentes. Nada feito. Hoje de manhã, eles ficaram parados durante mais de cinco
horas, na altura do Km 60, porque a estrada foi totalmente seccionada. Havia
uma só máquina do DNIT, parada, que só começou a trabalhar às 13h. O clima era
de revolta e de pavor. Crianças choravam, pacientes renais crônicos com
necessidade de hemodiálise praticamente agonizavam, cargas perecíveis
estragavam, homens nervosos puxaram revólveres e queriam dar tiros e as pessoas
estavam completamente desprotegidas, sem policiamento.
Há 15 dias, a estrada foi ocupada por
manifestantes, em protesto pelo seu estado deplorável. O DNIT prometeu medidas
urgentes para recuperar o trecho. A BR-155, com 344 Km de extensão, interliga
Redenção, Pau d’Arco, Rio Maria, Xinguara, Sapucaia, Eldorado dos Carajás e
Marabá.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *