Em uma aula prática da Faculdade de Medicina da Unifamaz, ontem, o professor Marcus Vinícius Henriques de Brito, visivelmente impaciente com a aluna que deveria demonstrar intubação em um boneco, questionou a falta de lubrificação prévia do paciente, ao que…

Na quarta-feira passada, dia 24, a audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara Federal, em Brasília, era para discutir a gravíssima situação na Terra Indígena Yanomami, mas o clima de enfrentamento entre bolsonaristas e lulistas inviabilizou…

O prefeito Edmilson Rodrigues anunciou que Belém tem condições de fazer o Carnaval 2022, após reunião hoje (25) à tarde com representantes das escolas de samba e blocos carnavalescos. Ele acredita que com mais de 80% de pessoas vacinadas contra…

Em 17 de dezembro de 1999, a Assembleia Geral das Nações Unidas designou o 25 de novembro Dia Internacional da Eliminação da Violência contra a Mulher. Passados 22 anos, os dados do 14° Anuário Brasileiro de Segurança Pública são aterrorizantes: por…

STF nega HC a fazendeiros paraenses

A Segunda Turma
do STF negou, hoje, o habeas corpus impetrado
em favor dos irmãos Davi Resende Soares e Lindomar Resende Soares, de
Ulianópolis (PA), denunciados por homicídio triplamente qualificado (mediante
paga, por emboscada e para ocultar outros crimes) e formação de quadrilha. Eles
irão a júri popular, com outros três corréus, sob acusação de serem os
mandantes do assassinato de Silvério José Lourenço, com o objetivo de ocultar o
assassinato de outras três pessoas (Carlão, Guimarães e Valdênio). Para isso,
teriam contratado um pistoleiro da região, conhecido como Chicão. Silvério foi
morto a tiros em praça pública em 27 de novembro de 2004. Foram
encontradas ligações entre o executor do crime e um dos irmãos, enquanto o
pistoleiro aguardava o melhor momento para executar o homicídio.
Em seu voto, o ministro Gilmar Mendes afirmou que “a denúncia narra, de forma pormenorizada,
que os delitos praticados pelo corréu F.L.S., conhecido pistoleiro, ocorrera em
razão do mando dos pacientes, integrantes de importante família da região, de
grande influência política e poderio econômico
”.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *