Barcos regionais a motor, veleiros, vigilengas, rabetas, bajaras, canoas ubás, igarités, catraias, botes fazem parte da memória afetiva, produtiva e econômica parauara, navegando pelo oceano Atlântico, baías, rios que mais parecem mares, lagos, igarapés, furos, estreitos, igapós e campos alagados…

Embora o Quartel Tiradentes esteja localizado no coração do bairro do Reduto, sediando o 2º BPM e duas Companhias da Polícia Militar do Pará, os meliantes parecem desafiar abertamente os policiais. Os assaltos no bairro continuam muito frequentes, principalmente no…

Douglas da Costa Rodrigues Junior, estudante de Letras - Língua Portuguesa da Universidade Federal do Pará e bolsista do Museu Paraense Emílio Goeldi, ganhou a 18ª edição do Prêmio Destaque na Iniciação Científica e Tecnológica na área de Ciências Humanas…

O Ministério Público do Trabalho PA-AP abrirá na segunda-feira inscrições para Estágio de Nível Superior. A seleção será destinada ao preenchimento de vagas e formação do quadro de reserva de estagiários dos cursos de Administração/Gestão Pública, Biblioteconomia, Direito, Jornalismo, Publicidade/Propaganda…

SOS Igarapé Miri

A violência chegou a tal ponto em Igarapé-Miri que ontem o prefeito Ronélio Antônio Rodrigues Quaresma (o Toninho Peso Pesado, do PMDB), o vice-prefeito, os vereadores, secretários municipais, lideranças de movimentos sociais, o padre Josinei dos Santos Lopes, da igreja católica carismática, e o pastor evangélico do município – todos integrantes do Movimento Popular pela Segurança Pública de Igarapé Miri – foram à Assembleia Legislativa pedir socorro aos deputados. Enquanto  estavam reunidos na Alepa, duas pessoas foram executadas no município. O prefeito disse que era uma retaliação à busca de apoio no combate ao crime. Na sexta-feira passada, moradores locais bloquearam uma ponte na rodovia PA-151, em protesto contra o assassinato de uma criancinha de dois anos, dentro de sua residência invadida por criminosos.

Além de relatar com detalhes horripilantes a violência que aflige o município, a comitiva protocolou documento no qual historia que várias audiências públicas já foram realizadas ao longo dos anos, assim como bloqueio de vias, manifestações e protestos, reuniões com autoridades dos comandos das polícias civil e militar, sem, contudo, conseguir efeitos práticos eficazes e eficientes. “A criminalidade está insuportável, gerando desordem, terror e caos. Sabemos que o crime é um fato social; todavia, precisa ficar dentro de padrões mínimos de convivência, em uma sociedade que se diz civilizada”, ponderam os signatários. Nos últimos seis meses, a situação é de calamidade pública. São assaltos a residências, invasões de propriedades rurais em comunidades ribeirinhas, escolas saqueadas e assassinatos em profusão. 

O Movimento reivindica medidas emergenciais, tais como emendas parlamentares que garantam recursos financeiros destinados a reestruturar os prédios onde funcionam a delegacia e o destacamento da PM, e projetos sociais que evitem o recrutamento de crianças e adolescentes pelo narcotráfico, como construção de ginásios e quadras esportivas nos bairros mais violentos. 

Evidenciando o clima de convulsão social, o documento demanda maior número de investigadores e mais um escrivão da Polícia Civil e a criação de uma Companhia Independente da Polícia Militar em Igarapé- Miri, e que a Inteligência da Secretaria de Segurança Pública atue no combate aos grupos de narcotraficantes que dominam a região, além da implantação de uma Unidade Integrada Pró Paz (UIPP), com núcleo do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves  e serviço de assistência social.

Também foi solicitada a visita de uma comissão de parlamentares ao município, para inspecionar a situação dos serviços na área de segurança pública e a realidade socioeconômica local, de forma que seja elaborado um relatório contendo propostas em benefício da população de Igarapé Miri.

O presidente da Alepa, deputado Márcio Miranda(DEM), recebeu a comitiva ao lado dos deputados Eliel Faustino (DEM, líder do Governo), Raimundo Santos (líder do PEN e presidente da Comissão de Constituição e Justiça), Coronel Neil (PSD, presidente da Comissão de Segurança Pública), Júnior Hage (PDT, presidente da Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária), Cássio Andrade (PSB, 1º Secretário da Mesa Diretora), Iran Lima (líder do PMDB), Celso Sabino (líder do PSDB), Renato Ogawa (líder do PR e vice-presidente da Comissão de Turismo e Esporte), Chicão(PMDB, presidente da Comissão de Relações do Trabalho, Previdência e Assistência Social), Júnior Ferrari (PTB, presidente da Comissão de Transportes, Comunicação e Obras Públicas), Lélio Costa(PCdoB, presidente da Comissão de Cultura), Soldado Tércio (PROS, 4º Secretário) e Martinho Carmona(PMDB). De imediato, Márcio Miranda anunciou providências junto ao Ministério Público do Estado no sentido do envio de um promotor de justiça ao município e assumiu o compromisso de elaborar emendas coletivas para aquisição de lanchas destinadas à fiscalização. 

Eliel Faustino também declarou que o Governo do Estado vai tomar algumas medidas emergenciais: enviará a Rotam para realizar as ações da polícia ostensiva e vai transferir a PM, que hoje funciona em área distante, para o centro da cidade. O aumento do efetivo policial será garantido, com mais 12 homens até o final do mês. As outras solicitações serão encaminhadas aos devidos órgãos para garantir atendimento aos pleitos. 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *