O procurador do Ministério Público do Trabalho Sandoval Alves da Silva tomou posse na chefia da Procuradoria Regional do Trabalho da 8ª Região para o biênio de 2021-2023 enfatizando o papel decisivo do MPT na garantia dos direitos humanos. O…

Prevaleceu o bom senso e o cuidado com as pessoas. O prefeito Edmilson Rodrigues ouviu o secretário municipal de Saúde, Maurício Bezerra, e técnicos responsáveis pela vacinação e enfrentamento à Covid-19, e cancelou os desfiles das escolas de samba, blocos…

Começou hoje (27) às 8h e segue até às 17h a votação nas prévias do PSDB para escolher seu candidato à Presidência da República. O resultado, se tudo correr bem, deve ser anunciado às 20h. O partido passou a semana…

Em uma aula prática da Faculdade de Medicina da Unifamaz, ontem, o professor Marcus Vinícius Henriques de Brito, visivelmente impaciente com a aluna que deveria demonstrar intubação em um boneco, questionou a falta de lubrificação prévia do paciente, ao que…

Sofrimento do pai, mãe e irmãos

Todas as opções, mesmo essa interrupção, são
de dor. A escolha é qual a menor dor, não é de não doer porque a dor do viver
já aconteceu, a dor do morrer também. Não há bem jurídico a ser tutelado como
sobrevalor pela norma penal que possa justificar a impossibilidade total de a
mulher fazer a escolha sobre a interrupção da gravidez, até porque talvez a
maior indicação de fragilidade humana seja o medo e a vergonha. Considero que
na democracia a vida impõe respeito. Neste caso, o feto não tem perspectiva de
vida e, de toda sorte, há outras vidas que dependem, exatamente, da decisão que
possa ser tomada livremente por esta família [mãe, pai] no sentido de garantir
a continuidade livre de uma vida digna. Quando o
berço se transforma num pequeno esquife, a vida se entorta. Não há bem jurídico
a ser tutelado pela norma penal que possa justificar a impossibilidade total de
a mulher fazer a escolha sobre a interrupção da gravidez.” 
(Ministra Cármen
Lúcia, do STF, em seu voto no julgamento da ADPF
54.)

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *