Nesta quinta-feira, dia 21, até o sábado, 23, a Escola do Legislativo da Assembleia Legislativa do Pará oferece os cursos de qualificação e atualização do projeto Forma Alepa/Elepa Itinerante em Santarém, atendendo toda a região do Baixo Amazonas, abrangendo também…

Em reunião conjunta das Comissões de Fiscalização Financeira e Orçamentária (CFFO) e de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa, nesta segunda-feira (18) foi aprovado o projeto de lei nº 363/2021, que autoriza o Governo do Pará a contratar operação…

Não houve o célebre círio fluvial de Oriximiná no rio Trombetas este ano, por causa da pandemia, mas a imagem de Santo Antônio flanou pelas águas, levada pela comunidade de várzea do Rio Cachoeiry, que celebrou o verão depois da…

Aprender mais sobre as boas práticas Lixo Zero e como aplicá-las no dia a dia, repensando hábitos de consumo e inspirando a população a enxergar os seus resíduos com dignidade é o que propõe a programação que acontecerá entre os…

Sindifisco quer lista de sonegadores

O presidente da Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital (Fenafisco), Charles Alcântara, deslanchou campanha nacional intitulada “Quem disse que não tem dinheiro?”, que teve desdobramento em Belém do Pará em audiência pública na Alepa, requerida pelo deputado Iran Lima, auditor da Sefa. Em todo o país, está em pauta o debate acerca das perdas sofridas pela sonegação e a renúncia fiscal e a busca de alternativas efetivas de cobranças desses tributos, de modo a aumentar a arrecadação. 
O presidente do Sindicato dos Servidores do Fisco Estadual, Antonio Carlos Catete, afirma que o total da dívida ativa, em 2016, é de R$ 16 bilhões. Considerando que o orçamento geral do Pará, no ano passado, foi de R$ 24 bilhões, se conseguisse cobrar e receber apenas 10% desse valor, já haveria um incremento de R$ 1,6 bilhão na receita estadual. O Sindifisco aponta a invisibilidade em relação às empresas que estão nessa situação; há uma lista com os nomes dos empreendimentos sonegadores, mas não são divulgados os valores devidos por cada uma dessas empresas. Neste domingo, a entidade fará ato público a partir das 10h, na Praça da República.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *