A 27ª Unidade de Conservação do Estado do Pará abrange os municípios de Jacareacanga e Novo Progresso, no sudoeste paraense. O Decreto nº 1.944/2021 foi assinado pelo governador Helder Barbalho na quinta-feira, 21, e publicado ontem (22) no Diário Oficial…

O Atlas da Dívida dos Estados Brasileiros, lançado no Fórum Internacional Tributário pela Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital, aponta que a dívida ativa das empresas com os entes federados soma estratosféricos R$ 896,2 bilhões, significando 13,18% do PIB…

Ao abrir oficialmente o Forma Alepa/Elepa, o presidente da Assembleia Legislativa do Pará, deputado Chicão, destacou a importância do trabalho que vem sendo executado pela Escola do Legislativo, treinando, qualificando e atualizando gestores, vereadores e servidores públicos, que dessa forma…

Em Itupiranga, força-tarefa do Ministério Público do Trabalho no Pará e Amapá, Auditoria Fiscal do Trabalho, Defensoria Pública da União e Polícia Federal resgatou sete trabalhadores em condições análogas às de escravos, em duas fazendas no sudeste paraense, e prendeu…

Symone Siqueira Mendes Lauria se foi

Foto: Ascom Ampep
Lamento informar o falecimento da promotora de justiça de 3ª Entrância do Ministério Público do Estado do Pará, Symone Morhy de Siqueira Mendes Lauria. Profissional correta e dedicada, era uma pessoa doce e uma verdadeira guerreira do bem. Que Deus a receba em paz e console sua família, em especial seus pais, o advogado e professor de Direito Ney Siqueira Mendes e sua esposa Nazira Morhy Mendes, seu marido, o advogado criminalista Roberto Lauria, e filhos. 

Seu corpo será velado na capela do Recanto da Saudade, a partir das 21h, na rua Diogo Móia, nº 1264. O enterro será às 11h da manhã, saindo da capela para o cemitério do Recanto da Saudade na BR-316. 

O procurador-geral de Justiça do Estado do Pará, Marcos Antônio Ferreira das Neves, manifestou seu pesar pelo ocorrido. “Os desígnios de Deus são indecifráveis, e, em especial o que Ele guarda para seus filhos. Somente a fé pode levar esperança onde há tristeza e dor. Que Deus conforte a todos, principalmente familiares e amigos“. 

Symone começou sua carreira no MPE-PA em 1991, na comarca de Gurupá. Atuou como substituta ou em caráter cumulativo nas comarcas de Nova Timboteua, Peixe-Boi, Maracanã, Santarém Novo, Almerim, Jacundá, Salinópolis, Conceição do Araguaia, Capanema, São João de Pirabas, Inhangapi, Igarapé-Açu, Bragança, Augusto Corrêa, Santana do Araguaia, Marabá e Concórdia do Pará. Em dezembro de 1994 foi promovida pelo critério de merecimento à 2ª Entrância, com lotação em Itaituba. Em março de 2005 foi promovida, também por merecimento, à capital, lotada na Promotoria de Justiça de Meio Ambiente e Patrimônio Cultural. Sempre atuante na esfera criminal, desempenhou por diversas vezes suas funções nas Promotorias de Ananindeua, Justiça do Juízo Singular, Juizado Especial Criminal de Belém, Promotoria de Justiça do Meio Ambiente e do Patrimônio Cultura e Promotoria de Justiça de Crimes contra a Ordem Tributária. Em 1999 foi designada para, como representante do MPE-PA, atuar junto ao Conselho Interativo de Segurança e Justiça de Ananindeua – CISJU. Foi Coordenadora das Promotorias de Justiça de Ananindeua em 2002, funções pelas quais recebeu elogios pela competência e dedicação. Fez parte do projeto “O Ministério Público e a Comunidade” e do Núcleo de Atendimento Permanente do Distrito do Guamá-D’Água em 2005, chefe de gabinete da Procuradoria Geral de Justiça (março/2007 a dezembro de 2009, na gestão do ex-PGJ Geraldo Rocha), vice-coordenadora das Promotorias de Justiça Criminais da Capital em 2012, coordenadora das Promotorias de Justiça de Defesa Comunitária e da Cidadania de Belém em 2013.
Em 2007, por proposição do então vereador José Scaff Filho, foi elogiada com Votos de Congratulações pela  
da Câmara Municipal de Belém, por sua posse nas Promotorias de Justiça de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, oportunidade em que se destacou o espaço conquistado pelo sexo feminino na sociedade.
Foi a primeira promotora titular da PJ de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, juntamente com a promotora de Justiça Sumaya Saady Morhy Pereira
Compôs, em 2010, as Subcomissões do Grupo Nacional de Direitos Humanos: Subcomissão de Violência Doméstica como representante do MP, na condição de suplente da PJ Sumaya Saady. Por motivos de saúde, estava aposentada desde agosto de 2014. 

Consternada, a Associação do Ministério Público do Estado do Pará, presidida pelo promotor de justiça Manoel Murrieta, divulgou nota lamentando o falecimento de Symone Morhy de Siqueira Mendes Lauria, além de declarar irrestrito apoio aos familiares. Na Ampep, Symone foi 1ª diretora administrativa e financeira, de 2010 a 2012, na gestão do ex-presidente Samir Dahás. 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *