Em reunião conjunta das Comissões de Fiscalização Financeira e Orçamentária (CFFO) e de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa, nesta segunda-feira (18) foi aprovado o projeto de lei nº 363/2021, que autoriza o Governo do Pará a contratar operação…

Não houve o célebre círio fluvial de Oriximiná no rio Trombetas este ano, por causa da pandemia, mas a imagem de Santo Antônio flanou pelas águas, levada pela comunidade de várzea do Rio Cachoeiry, que celebrou o verão depois da…

Aprender mais sobre as boas práticas Lixo Zero e como aplicá-las no dia a dia, repensando hábitos de consumo e inspirando a população a enxergar os seus resíduos com dignidade é o que propõe a programação que acontecerá entre os…

Aprovado à unanimidade pela Assembleia Legislativa, o projeto de lei nº 245/2021, de autoria do Poder Executivo, dispondo sobre a denominação do Arquivo Público do Estado do Pará, em homenagem ao jurista e professor paraense Zeno Augusto de Bastos Veloso,…

Segup dá resposta ao MP Militar

O secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, delegado Luiz Fernandes Rocha, esclareceu em entrevista coletiva hoje à noite que a Segup respondeu em janeiro deste ano ao promotor de Justiça Militar, Armando Brasil, sobre o pedido de proteção policial para lideranças comunitárias de Barcarena, motivado pela denúncia de invasão de domicílio cometido por policiais militares. 

De acordo com a Lei 8.444, de 06 de dezembro de 2017, pedidos de proteção a pessoas ameaçadas devem ser encaminhados primeiro à Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos, que por sua vez a remete ao Conselho do Programa de Proteção aos Defensores de Direitos Humanos do Estado do Pará, onde há representantes de diversos órgãos, inclusive do Ministério Público.
Também em resposta à mesma denúncia a Corregedoria-Geral da PM instaurou, via Portaria 001/2018, Inquérito Policial Militar (IPM) presidido pelo coronel Édson Lamego, que ainda está em andamento. 
A Sejudh diz que não recebeu o caso, o que será feito agora.

Policiais da Delegacia de Vila dos Cabanos e da Divisão de Homicídios de Belém investigam o assassinato a tiros do líder comunitário Paulo Sérgio Almeida Nascimento, 47 anos, nesta madrugada. O delegado Sílvio Maués, diretor de Polícia do Interior, informou que a apuração está na fase inicial, e ainda não pode definir uma linha de investigação. 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *