A expectativa era grande em relação à ida do governador Helder Barbalho à Assembleia Legislativa para a leitura da Mensagem na instalação da 61ª Legislatura. Funcionou como uma espécie de termômetro da Casa, que abriga novos deputados na oposição, e…

Foram empossados hoje na Assembleia Legislativa do Pará os 41 deputados estaduais eleitos para a 61ª Legislatura (2023-2027). Em seguida houve eleição para a Presidência e a Mesa Diretora, em chapa única, tendo sido reeleito praticamente à unanimidade – por…

O governador Helder Barbalho está soltando a conta-gotas os nomes dos escolhidos para compor o primeiro escalão de seu segundo governo. Nesta quarta-feira será a posse dos deputados estaduais e federais e dos senadores, e a eleição para a Mesa…

Pela primeira vez na história, está em curso  um movimento conjunto da Academia Paraense de Letras, Academia Paraense de Jornalismo, Instituto Histórico e Geográfico do Pará e Academia Paraense de Letras Jurídicas, exposto em ofício ao governador Helder Barbalho, propondo…

São Félix do Xingu sediou o Pará

Foto: Thiago Gomes

São Félix do Xingu, que vive a Semana dos Povos Indígenas, aberta oficialmente ontem, foi a sede do governo do Pará, hoje. Estavam lá o governador Simão Jatene, o vice-governador Zequinha Marinho e o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Márcio Miranda, além das secretárias de Estado de Integração de Políticas Sociais, Izabela Jatene; de Assistência Social, Trabalho Emprego e Renda, Ana Cunha; e de Esporte e Lazer, Renilce Nicodemos. Jatene entregou a documentação da légua patrimonial do município, referente a uma área de 2.420,83 hectares, demanda que se arrastava há muitos anos porque, no passado, houve equívoco na descrição dos polígonos, o que precisou ser retificado pelo Iterpa, assim como o decreto que assegurava o repasse das terras urbanas. O governador também entregou 30 títulos definitivos de terra para produtores rurais, e premiou os vencedores das primeiras modalidades disputadas pelos indígenas: atletismo, arco e flecha e futebol de salão. 


Jatene recebeu das mãos dos caciques uma carta com as reivindicações dos povos indígenas que participam do evento. O direito à identidade cultural e sobre as terras ocupadas tradicionalmente pontuam o documento. 

“Na carta pedimos ao governador que olhe pelo povo Kayapó e também por todos os povos tradicionais do Estado. Ajudar também o povo Kayapó a resgatar a cultura e abrir as portas para receber as lideranças indígenas do Estado. Mais do que comemorar nossa cultura, nós queremos apoio para o nosso povo”, acentuou o cacique Bep-Nhoti Kayapó. 

Os deputados Miro Sanova e Jaques Neves também integraram a comitiva.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *