A Prefeitura de Belém está convidando os moradores da Cidade Velha à Consulta Pública sobre a reforma e revitalização do prédio ao lado da Igreja da Sé, onde por muito tempo funcionou a Fundação Cultural do Município de Belém (Fumbel).…

As eleições de 2022 coincidem com o bicentenário da Independência e os 90 anos de conquista do direito do voto feminino, ocorrida em 24 de fevereiro de 1932. Durante todo o Império, as brasileiras não puderam votar e somente 43…

O Ecomuseu da Amazônia, da Fundação Escola Bosque (Funbosque) promoveu no domingo, 25, na Ilha de Cotijuba, o roteiro patrimonial, pelo encerramento da 16ª Primavera dos Museus. Os visitantes conheceram o pólo do Ecomuseu, a história de Cotijuba, que passa…

A prefeitura de Portel, em parceria com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca, lançou na sexta-feira passada (23) o projeto Marajó Sustentável, aliado ao Programa de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva da Seringueira no Estado do Pará…

Revitalização do Mercado de São Brás começa este ano

O prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, anunciou na tarde desta segunda-feira, 8, que os recursos para a revitalização e requalificação do complexo do Mercado São Brás, na ordem de R$50 milhões, já estão garantidos pela Caixa Econômica Federal. Durante visita ao local, Edmilson adiantou que a obra tem previsão para ser executada no prazo de 18 meses. Todos os trâmites administrativos serão realizados até o final deste mês de agosto, e logo após será aberto o processo licitatório.

O projeto foi doado à municipalidade pelo arquiteto Aurélio Meira. Consiste na modernização do mercado e do entorno, com áreas de lazer e convivência, bares, cafés, restaurantes e novos espaços para os cerca de trezentos pequenos comerciantes que atuam no local. Está previsto um mezanino, além de estacionamento.

“Faremos o restauro da arquitetura, que data do início do século XX. O espaço manterá a função de mercado, mas criaremos mezaninos, que poderão ser acessados por elevadores e escadas rolantes. Será um espaço de negócios e lazer, que permitirá o máximo de conforto para quem trabalha aqui e para quem for visitar”, explica o prefeito Edmilson Rodrigues, garantindo que os comerciantes que atuam no mercado já conhecem o projeto, aprovaram e as obras podem começar ainda este ano, se o processo de licitação for rápido.

Ícone histórico construído em 1911, período áureo do ciclo da borracha amazônico, tombado como patrimônio histórico pelo Estado do Pará e Município de Belém, a expectativa da população é de que o Mercado de São Brás volte a esbanjar a beleza do projeto original do italiano Filinto Santoro, mesclando elementos dos movimentos art nouveau e neoclássico, e ao mesmo tempo se tornando mais moderno, como os mercados europeus.

“Será um espaço popular, que oferecerá diversos serviços para os moradores de Belém e turistas”, disse Edmilson Rodrigues.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Participe da discussão

1 comentário

  1. Já era tempo de uma grande reforma do Mercado de São Braz sem esquecer de preservar as linhas originais, herança dos bons tempos da arquitetura europeia.
    Depois de pronto, que não venham as depredações deste importante patrimônio cultural de nossa metrópole.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *