A Prefeitura de Belém está convidando os moradores da Cidade Velha à Consulta Pública sobre a reforma e revitalização do prédio ao lado da Igreja da Sé, onde por muito tempo funcionou a Fundação Cultural do Município de Belém (Fumbel).…

As eleições de 2022 coincidem com o bicentenário da Independência e os 90 anos de conquista do direito do voto feminino, ocorrida em 24 de fevereiro de 1932. Durante todo o Império, as brasileiras não puderam votar e somente 43…

O Ecomuseu da Amazônia, da Fundação Escola Bosque (Funbosque) promoveu no domingo, 25, na Ilha de Cotijuba, o roteiro patrimonial, pelo encerramento da 16ª Primavera dos Museus. Os visitantes conheceram o pólo do Ecomuseu, a história de Cotijuba, que passa…

A prefeitura de Portel, em parceria com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca, lançou na sexta-feira passada (23) o projeto Marajó Sustentável, aliado ao Programa de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva da Seringueira no Estado do Pará…

Círio Fluvial Noturno de Oriximiná teve show a 120m de altura

A orla da cidade concentrou o maior público de todos os tempos. Cerca de dez mil pessoas esperaram, ansiosas, o espetáculo emocionante e grandioso que incluiu barcos grandes e balsas, mas também canoeiros, as tradicionais e belíssimas barquinhas, confeccionadas com delicadeza a partir da aninga – planta aquática típica da Amazônia parauara totalmente biodegradável, que não polui o rio -, e os demais símbolos do Círio Fluvial Noturno de Santo Antonio: o crucifixo, a imagem do padroeiro, o anjo, o lírio e a frase Eu Amo o Círio. Nada menos que quinze mil barquinhas iluminaram o rio Trombetas, que parecia um céu estrelado. Oitenta drones captaram imagens a 120m de altura do show pirotécnico, que durou cerca de vinte minutos. Quem assistiu não hesita em afirmar ser este de 2022 o maior, melhor e mais lindo Círio de Oriximiná, transmitido ao vivo pela Amazon Sat, o que proporcionou a pessoas do mundo inteiro a visibilidade do evento.

Todo o trajeto do santo padroeiro em sua berlinda, do cais do porto até a igreja Matriz de Santo Antônio, também foi enfeitado com velas coloridas feitas de aninga, criando um clima mágico, de muita fé e oração. Pessoas de todos os credos acompanham o Círio de Santo Antonio, numa manifestação muito singular, semelhante ao Círio de Nazaré em Belém. A participação das comunidades é intensa, e a preparação dura um ano inteiro.

Às 17h do domingo, 7, começou a romaria fluvial, com a imagem de Santo Antônio conduzida em uma balsa decorada e iluminada, singrando pelas águas do rio Trombetas, da comunidade ao porto da cidade, onde um grupo musical se apresentou em estrutura de palco e som montados especialmente para o evento. Após a queima de fogos de artifício a procissão seguiu para a Missa Campal na Praça da Matriz, em frente à igreja de Santo Antonio. Paralelamente, houve a abertura oficial da Exposição Museu do Círio, revelando o contexto histórico e a evolução do Círio Fluvial Noturno e suas características únicas. O local da mostra inédita é o das futuras instalações do Museu Municipal, idealizado pelo prefeito de Oriximiná, Delegado Fonseca. No palco instalado em frente à Igreja de Santo Antonio houve apresentações de grupos culturais da zona rural, do cordão de pássaro Cardeal e do cordão de pássaro Garça Branca.

O dia do Círio Fluvial Noturno de Oriximiná começa, invariavelmente, com a Alvorada de Santo Antonio, às 4h30 da madrugada. A população sai da praça da Matriz em carreata pelas ruas da cidade em reverência ao padroeiro, ao som de composições litúrgicas e show pirotécnico, com chegada no mesmo local. Em seguida, depois do café da manhã festivo, às 9h é a vez da Corrida de Rua do Círio de Santo Antônio, na Av. Barão do Rio Branco.

No sábado, 6, véspera do grande dia, a programação cultural começou às 18h e seguiu até às 23h, nas dependências externas da sede da Semcult – Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, em espaço criado pelo prefeito Delegado Fonseca para concentrar a Feira do Artesão de Oriximiná e ações do Projeto Por do Sol, destinado também à gastronomia regional e difusão da música, dança e teatro regional. Pela primeira vez na história de Oriximiná há tantas opções e prestígio para os artistas locais.

Uma semana antes, o Círio Simbólico das Canoas saiu da residência da senhora Joana D’arc, com a imagem de Santo Antônio até a rampa da Barreirinha, onde os devotos formaram um lindo cortejo em suas canoas enfeitadas com fitas coloridas no translado pelo rio, relembrando os primórdios do grande Círio Fluvial Noturno. A chegada aconteceu na rampa da Souza Real, de onde saiu em procissão até a igreja Matriz, onde foi celebrada a Santa Missa, que teve o retorno das imagens que estavam na peregrinação e a bênção de Santo Antônio aos fiéis.

A história desse evento cheio de especificidades locais tem fatos curiosos: em 1960, 1961 e 1962 foram realizadas esmolações no período das festividades de Santo Antônio para construção do Colégio Santa Maria Goretti, uma das mais tradicionais instituições de ensino do município. A primeira balsa a transportar a Imagem de Santo Antônio no dia do Círio foi a “Balsa Solana”, em 1982. Nas décadas de 1940, 1950 e 1970, na embarcação que trazia a imagem de Santo Antônio era instalado um microfone para irradiar as orações e cânticos de louvores ao Santo, e também eram distribuídos aos proprietários das embarcações foguetes para serem queimados durante o cortejo fluvial. Nos primeiros círios eram realizados os concursos de “Rainha da Festa”, e havia representantes da Zona Norte, Zona Sul e Mineração Rio do Norte. Em 1980, aconteceu no período das festividades o primeiro festival da cerveja no Clíper de Santo Antônio. Na década de 1950, havia a arrecadação de joias nas casas dos “juízes beneméritos” (famílias que se destacavam socialmente na época), as joias e os nomes dos doadores eram divulgados pelo serviço de alto-falante durante a festa.

Confiram as fotos de Ozeias Caetano.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *