Em reunião conjunta das Comissões de Fiscalização Financeira e Orçamentária (CFFO) e de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa, nesta segunda-feira (18) foi aprovado o projeto de lei nº 363/2021, que autoriza o Governo do Pará a contratar operação…

Não houve o célebre círio fluvial de Oriximiná no rio Trombetas este ano, por causa da pandemia, mas a imagem de Santo Antônio flanou pelas águas, levada pela comunidade de várzea do Rio Cachoeiry, que celebrou o verão depois da…

Aprender mais sobre as boas práticas Lixo Zero e como aplicá-las no dia a dia, repensando hábitos de consumo e inspirando a população a enxergar os seus resíduos com dignidade é o que propõe a programação que acontecerá entre os…

Aprovado à unanimidade pela Assembleia Legislativa, o projeto de lei nº 245/2021, de autoria do Poder Executivo, dispondo sobre a denominação do Arquivo Público do Estado do Pará, em homenagem ao jurista e professor paraense Zeno Augusto de Bastos Veloso,…

Queixa-crime contra Eder Mauro no STF

À unanimidade, a Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal recebeu, ontem à tarde, queixa-crime contra o deputado Eder Mauro (PSD-PA) formulada pelo também deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ), que o acusa de difamação. Eder Mauro,  em maio de 2015, publicou em sua página no Facebook um vídeo de reunião da CPI na Câmara dos Deputados editando a fala de Wyllys, dando a entender que o psolista teria dito que “uma pessoa negra e pobre é potencialmente perigosa”.
Em voto pelo recebimento do pedido, o relator, ministro Luiz Fux, afirmou que houve “a clara intenção de difamar”, imputando conduta gravíssima, o crime de racismo, o que poderia dar motivação, inclusive, a denúncia por calúnia. Os ministros indeferiram petição de Eder Mauro que pedia a rejeição da queixa alegando imunidade parlamentar.

Acompanhem aqui o processo – Petição 5705.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *