O procurador do Ministério Público do Trabalho Sandoval Alves da Silva tomou posse na chefia da Procuradoria Regional do Trabalho da 8ª Região para o biênio de 2021-2023 enfatizando o papel decisivo do MPT na garantia dos direitos humanos. O…

Prevaleceu o bom senso e o cuidado com as pessoas. O prefeito Edmilson Rodrigues ouviu o secretário municipal de Saúde, Maurício Bezerra, e técnicos responsáveis pela vacinação e enfrentamento à Covid-19, e cancelou os desfiles das escolas de samba, blocos…

Começou hoje (27) às 8h e segue até às 17h a votação nas prévias do PSDB para escolher seu candidato à Presidência da República. O resultado, se tudo correr bem, deve ser anunciado às 20h. O partido passou a semana…

Em uma aula prática da Faculdade de Medicina da Unifamaz, ontem, o professor Marcus Vinícius Henriques de Brito, visivelmente impaciente com a aluna que deveria demonstrar intubação em um boneco, questionou a falta de lubrificação prévia do paciente, ao que…

Programa imperdível em Santarém

  FOTOS:
CARLOS SODRÉ

Maestro Nelson
Neves
A Amazônia Jazz Band, sob a regência do
maestro Nelson Neves, faz concerto em Santarém amanhã às 19 horas, na orla do
rio Tapajós, além de três oficinas ministradas pelos músicos integrantes da
orquestra, Marcos Cardoso “Puff” (saxofone e clarinete), e Cláudio Costa (percussão),
na Escola de Música Wilson Fonseca, pela manhã e à tarde. Toda a programação é
gratuita, presente de aniversário da Secult pelos 351 anos da cidade.
O projeto de interiorização
visa a formação de plateia, e fomenta novos talentos para a música
instrumental, conta o gerente de música da Secult, Augusto Ó de Almeida.
A Amazônia Jazz
Band, com 21 integrantes, vai mostrar o repertório vibrante que tem atraído uma
multidão de amantes da música instrumental, além de uma obra do santareno
Wilson Fonseca, um dos mais importantes compositores paraenses, cuja vasta obra
– num acervo de mais de mil e seiscentas peças – inclui músicas sacras,
clássicas, populares e folclóricas.
A peça escrita pelo maestro Isoca
especialmente para a Amazônia Jazz Band, intitulada “Amazônia”, é uma suíte, em
três movimentos. “Começa em ritmo de
samba, passa pelo fox e termina em frevo. É muito interessante a forma como
Mestre Isoca conseguiu harmonizar dois ritmos brasileiros e um americano (fox),
o que tornou essa peça muito cativante para quem a executa e para quem a ouve. O
que é importante também é que vamos homenagear o maestro na terra natal dele. Queremos
mostrar ao público o trabalho da orquestra, o que é muito enriquecedor para os
músicos e teremos uma excelente oportunidade de homenagear o talento de Wilson
Fonseca”
, explica o maestro Nelson Neves, entusiasmado com o intercâmbio.
A Secult promove,
ainda, a apresentação da Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz, no dia 27, às
20:30 horas, na igreja do Santíssimo, em Santarém, também em homenagem ao maestro
Isoca. Nesse dia, será regida pelo maestro Agostinho Jr., neto de Wilson
Fonseca e regente adjunto da OSTP.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *