O Procurador-Geral de Justiça César Mattar Jr. inaugurou nesta quinta-feira, 16, o Núcleo Eleitoral do Ministério Público do Estado do Pará, que vai funcionar na sede das Promotorias de Justiça de Icoaraci, distrito de Belém. O coordenador será o promotor…

A desembargadora Maria de Nazaré Saavedra Guimarães, que se destaca pelo belo trabalho que desenvolve à frente da Comissão de Ações Judiciais em Direitos Humanos e Repercussão Social do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, e que já coordenou…

Brega no Pará é coisa séria. Tem Brega Pop, Brega Calypso, Brega Marcante, Brega Saudade, Tecnobrega, Melody, Tecnomelody … Verdadeiro hino (música oficial dos 400 anos de Belém), não há quem desconheça o clássico Ao Por do Sol, eternizado na…

Uma reunião no Ministério Público do Estado do Pará colocou em pauta a situação caótica da Unidade de Conservação Estadual Área de Proteção Ambiental da Ilha do Combu, onde proliferam construções e empreendimentos comerciais irregulares, transporte fluvial desordenado, festas e…

Professores voltam às aulas vitoriosos

Depois de 53 dias de greve, a assembleia geral realizada hoje no fim da tarde na sede social do Paysandu deliberou pela suspensão da greve dos professores e servidores da Seduc e manutenção do estado de greve. O acordo deverá ser homologado perante o TJE-PA.
 
Eis as conquistas da categoria:
 
 1) Lotação por jornada de trabalho no início do ano letivo de 2014, com 25% para hora-atividade (antes só prevista para julho), com apenas 5% de redução de turma, cumprida na escola, e os 20% continuarão como estão;
2) Majoração gradativa para 1/3 da jornada destinada à hora- atividade, de acordo com a lei do Piso Salarial Profissional Nacional;
3) Garantia de nenhuma perda remuneratória com a regulamentação das aulas suplementares;
4) Apresentação de cronograma de reformas das escolas, sendo bimestralmente divulgado no site do governo, com todo o detalhamento para que a sociedade acompanhe o andamento, além da garantia do início da reforma do prédio- sede “Seducão” até março de 2014;
5) Envio, em até 30 dias, do projeto de lei que regulamenta a eleição direta para diretor de escola;
6) PCCR unificado, que contemple todos os trabalhadores em educação, construído por uma comissão paritária num prazo máximo de 60 dias, a ser encaminhado imediatamente para a Alepa;
7) Pagamento do retroativo do Piso Salarial de 2011, com escalonamento a partir de janeiro de 2014;
8) Realização de Concurso Público;
9) Regulamentação da lei do Some; e
10) Pagamento do Pro-labore e do adicional de titulação, conquistados desde outubro. 
 
Até que enfim. Parabéns aos professores, que lutaram com garra por seus direitos e souberam a hora de fazer acordo. E parabéns ao governo por saber recuar e reconhecer o que é devido. Que nossas crianças e adolescentes voltem às escolas!

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *