Membro da Academia Brasileira de Ciências Contábeis (Abracicon), a professora doutora Leila Márcia Elias participou recentemente do Congresso Internacional de Contabilidade da Universidade de São Paulo. Como parte da programação do Núcleo de Contabilidade e Meio Ambiente da USP, que…

Shäron Moalem, médico que ficou conhecido mundialmente por prever no começo da pandemia da Covid-19 que mais homens morreriam vítimas do vírus do que mulheres, diz que o sexo feminino é mais forte que o masculino quanto à sobrevivência, assim…

No período de 10 a 28 de agosto, o navio-hospital-escola Abaré começa nova expedição, oferecendo a 75 comunidades do rio Tapajós nos municípios de Santarém, Aveiro e Belterra serviços de atenção básica à saúde: consultas médicas, odontológicas e de enfermagem,…

O IV Distrito Naval da Marinha do Brasil ativou nesta quarta-feira (4), o Grupo de Embarcações de Operações Ribeirinhas do Norte uma nova Organização Militar em Belém (PA), com propósito de contribuir para a aplicação do Poder Naval na área…

Priante assume relatoria do PLC sobre Lei Kandir

O deputado federal José Priante(PMDB-PA) assume amanhã às 14h, em Brasília, a relatoria do projeto de lei complementar que dispõe sobre a compensação financeira devida pela União aos Estados,
Distrito Federal e Municípios em função da perda de receita decorrente
da desoneração de ICMS sobre exportações de bens primários e
semielaborados e da concessão de crédito nas aquisições destinadas
ao ativo permanente, conforme o artigo 91 do Ato das Disposições
Constitucionais Transitórias. O Pará tem sido o mais prejudicado, nas últimas duas décadas.

A missão de Priante é de importância estratégica. Em entrevista exclusiva ao blog, ele adiantou que vai ouvir o governador Simão Jatene, a bancada federal e todos os senadores do Pará. Em seu parecer, o relator deverá fixar um critério e o percentual da compensação, inclusive o mecanismo para resgate do crédito a quem têm direito os que deixaram de receber os recursos compensatórios.
 
A regulamentação das compensações devidas em razão da lei Kandir é talvez a principal demanda paraense dos últimos vinte anos. Trata-se de bilhões de reais que nunca chegaram aos cofres do Estado e que vêm impedindo o seu desenvolvimento. Uma dívida que a União precisa honrar e que cabe aos parauaras exigir.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *