0

O prefeito Edmilson Rodrigues anunciou o início das obras na Rua Santo Antônio para o próximo dia 22, dentro da retomada do projeto Via dos Mercadores, criado em sua primeira gestão, entre 1997 e 2004, e que irá complementar a revitalização do complexo do Ver-o-Peso. “Como a Rua Santo Antônio está menos densamente ocupada, vamos iniciar por ela. Significa refazer todo o sistema de drenagem, de pavimentação, recuperando os paralelepípedos, as calçadas de lioz, reorganizando os ambulantes e padronizando as barracas. Já estamos com a empresa licitada e podemos iniciar a obra, que inclui bancos, floreiras e lixeiras”.

O corredor formado pelas duas ruas soma 760 metros de extensão. A Santo Antônio vai da Av. Presidente Vargas até a Rua Frutuoso Guimarães; a João Alfredo é a continuidade da via, que segue da Frutuoso Guimarães até a Av. Portugal. Tudo será realizado em diálogo com os lojistas e ambulantes.

A reforma do Ver-o-Peso está em andamento, com a Ladeira da Paz já em fase de conclusão. Também serão reformados a feira e os mercados de carne e de peixe. Para isso, foram garantidos R$ 63 milhões no convênio da Prefeitura com a Itaipu Binacional, já assinado em Brasília. O trabalho segue fases, com tudo acompanhado de perto pelos 66 delegados eleitos pelos 33 setores da feira.

Em reunião com lideranças da Comissão de Lojistas de Belém, Fecomércio, Associação Comercial do Pará, Sindicato do Comércio Varejista e dos Lojistas de Belém (Sindilojas), Associação dos Ambulantes do Centro Comercial de Belém e Associação dos Lojistas do Centro de Belém, Edmilson ouviu os reclamos do setor. “A gente espera esse projeto da Via dos Mercadores ser executado há várias gestões. Independentemente de obras, a gente pediu ao prefeito o reordenamento imediato dos ambulantes no centro comercial”, disse o presidente da Comissão de Lojistas do Centro Comercial de Belém, Mouruan Said.

“Muito importante que o prefeito esteja sempre ao lado das entidades que representam o segmento do comércio. O prefeito tem ido atrás de recursos. Sobre os itens que temos solicitado para ele, que é a revitalização das principais ruas do comércio, chamada Via dos Mercadores, ele deu agora noções para nós”, declarou o presidente da Fecomércio Pará, Sebastião Campos.

O presidente da AACCB, Máximo Moreira, junto com Mouruan Said, pediu a fiscalização permanente de agentes da Secon quanto ao ordenamento das barracas, a fim de que os vendedores não voltem a ocupar espaços impróprios, além do permitido, bloqueando as ruas. Outro pedido foi para a fiscalização da Semob combater o estacionamento irregular de motocicletas no meio da via.

O prefeito assegurou que a comissão que vai tratar do reordenamento e do remanejamento de barracas terá a participação da Associação de Ambulantes, de representantes dos lojistas e também da Secon, Seurb, Semob, Sesan e Guarda Municipal.

Pará ganha Observatório da Indústria

Anterior

Elza Lima faz reflexão sobre a conservação de artes visuais a partir do acervo de Paula Sampaio

Próximo

Vocë pode gostar

Mais de Notícias

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *