A expectativa era grande em relação à ida do governador Helder Barbalho à Assembleia Legislativa para a leitura da Mensagem na instalação da 61ª Legislatura. Funcionou como uma espécie de termômetro da Casa, que abriga novos deputados na oposição, e…

Foram empossados hoje na Assembleia Legislativa do Pará os 41 deputados estaduais eleitos para a 61ª Legislatura (2023-2027). Em seguida houve eleição para a Presidência e a Mesa Diretora, em chapa única, tendo sido reeleito praticamente à unanimidade – por…

O governador Helder Barbalho está soltando a conta-gotas os nomes dos escolhidos para compor o primeiro escalão de seu segundo governo. Nesta quarta-feira será a posse dos deputados estaduais e federais e dos senadores, e a eleição para a Mesa…

Pela primeira vez na história, está em curso  um movimento conjunto da Academia Paraense de Letras, Academia Paraense de Jornalismo, Instituto Histórico e Geográfico do Pará e Academia Paraense de Letras Jurídicas, exposto em ofício ao governador Helder Barbalho, propondo…

Prefeito autoriza licitação no transporte público de Belém

O prefeito Edmilson Rodrigues homologou a resolução do Conselho Deliberativo da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana e assinou na tarde desta quinta-feira, 14, o decreto 104.741/2022, que autoriza o processo da licitação de transporte público de Belém. O decreto foi enviado de imediato para publicação no Diário Oficial do Município.

“Parabenizo a equipe pelo trabalho técnico de excelência e pela participação da sociedade civil. E que, em breve, Belém possa ter um sistema de transporte que garanta a humanização”, declarou Edmilson, adiantando que o processo, a partir de agora, vai para a análise do secretário Municipal de Coordenação Geral do Planejamento e Gestão (Segep), Cláudio Puty. A previsão é de que o edital seja lançado em agosto.

A intenção da Prefeitura de Belém é modernizar e humanizar o sistema de transporte de Belém, que tem enorme demanda e frota insuficiente e obsoleta, com graves problemas nos itinerários e atendimento às necessidades, além do que as empresas de ônibus não investem no bem-estar e na segurança da população usuária. Serão seis de anos de concessão do serviço de sistema para a empresa vencedora do processo.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *