A Administração Superior do Ministério Público do Pará está empenhada em fortalecer a atuação dos promotores de justiça no arquipélago do Marajó, onde a situação de extrema pobreza, agravada pela pandemia, perpetua crimes gravíssimos como os abusos e exploração sexual…

“A Prefeitura de Belém, por meio da Comissão de Defesa Civil de Belém, informa que realizou vistoria técnica no bloco B do imóvel localizado na avenida Presidente Vargas, 762, no dia 11 de fevereiro, às 9h, em conjunto com representantes…

DEM e PSL ainda nem consumaram a fusão, prevista para outubro deste ano, mas a briga já é de foice. O ex-presidente do Senado Davi Alcolumbre e o ex-prefeito de Salvador ACM Neto duelam nos bastidores pelo comando do novo…

Um pastor de igreja evangélica localizada no município de Breves, no arquipélago do Marajó, foi condenado a 39 anos de prisão por estupro de vulnerável, exploração sexual e por possuir e armazenar pornografia infantil, com o agravante de que ele…

Prefeito agrediu professor

Em sessão extraordinária, hoje, as Câmaras Criminais Reunidas receberam, à unanimidade, ação penal movida pelo Ministério Público em desfavor do prefeito de Afuá, Odimar Wanderley Salomão (PSDB), acusado de lesão corporal contra o professor Roberto Santiago Ferreira, seu adversário político. No dia 31 de outubro de 2010, o prefeito atirou ovos quando o professor passava em frente à casa de sua mãe. Em seguida – acompanhado de um segurança e do secretário de cultura do município (!) -, agrediu fisicamente a vítima em via pública.  

A relatora do processo é a desembargadora Vânia Lúcia Silveira.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *