A equipe multidisciplinar do centro obstétrico da Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará, em Belém (PA), vivenciou uma experiência rara e emocionante: o parto empelicado. Imaginem um bebê nascendo dentro da placenta intacta, com os movimentos visíveis, praticamente ainda…

Em ação civil coletiva do Sindicato dos Profissionais de Enfermagem, Técnico Duchista, Massagista, Empregados em Hospitais e Casa de Saúde do Estado do Pará, na qual o Ministério Público do Trabalho PA-AP atuou como fiscal da lei, a 2ª Vara…

Patrick Luis Cruz de Sousa, candidato a presidente do Conselho Regional de Farmácia do Pará pela Chapa 1 e atual conselheiro do CRF-PA, discursa na campanha em favor das mulheres, que representam 70% da categoria, mas no início deste ano…

A 27ª Unidade de Conservação do Estado do Pará abrange os municípios de Jacareacanga e Novo Progresso, no sudoeste paraense. O Decreto nº 1.944/2021 foi assinado pelo governador Helder Barbalho na quinta-feira, 21, e publicado ontem (22) no Diário Oficial…

Prefeita de Rondon cassada pela 4ª vez

O juiz Gabriel Costa Ribeiro, titular da 51ª Zona Eleitoral, julgou procedente o pedido na Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE n° 418-63.2012.6.14.0051) e condenou pela quarta vez (!) Shirley Cristina de Barros Malcher e Pedro Dias dos Santos Filho, prefeita e vice-prefeito, respectivamente, de Rondon do Pará, já afastados do cargo, pela prática de abuso do poder político e econômico, utilização indevida de servidores, serviços e bem públicos do município, em benefício de suas candidaturas nas eleições municipais de 2012. O magistrado determinou mais uma vez a cassação dos diplomas e mandatos de ambos, com a sanção de inelegibilidade, pelo período de 8 anos subsequentes à eleição de 2012, e, ainda, o pagamento individual de multa no valor de R$53.205,00.
Considerando que os segundos colocados naquele pleito, Edilson Oliveira e Gedeon Ramos, já estão no exercício dos respectivos cargos de prefeito e vice-prefeito que ficaram vagos desde 15.10.2014, em virtude de outras sentenças condenatórias proferidas nas AIJE ́s nº 416-93.2012.6.14.0051, nº417-78.2012.6.14.0051 e nº  577- 06.2012.614.005, Cristina Malcher e Pedro Dias deverão permanecer afastados, vez que a situação fático-jurídica já está consolidada há quase quatro meses. O magistrado encaminhou a sentença ao Ministério Público Federal de Marabá para, se for o caso, verificar a existência de improbidade administrativa e outros ilícitos, adotando as medidas cabíveis, 
porque foram usados ônibus da Secretaria Municipal de Saúde, custeados com verbas federais


Por outro lado,  foi publicado hoje no Diário de Justiça o despacho da desembargadora Célia Regina de Lima Pinheiro, relatora do recurso eleitoral nº 577-06.2012.6.14.0051, que pede reforma da decisão anterior que cassou os mandatos de Shirley Cristina de Barros Malcher e Pedro Dias dos Santos Filho. A relatora historia que, ao chegar ao TRE-PA, o recurso foi distribuído ao desembargador Raimundo Holanda Reis como relator, em 28/11/2014; entretanto, em função de sua assunção à presidência da Corte, foi redistribuído em 2/2/2015. Em consulta ao sistema de acompanhamento de documentos e processos do tribunal, a desembargadora verificou a existência de ação cautelar (AC 3149-20), ajuizada em 17/11/2014 e distribuída em 18/11/2014 ao juiz federal Rui Dias de Souza Filho, com a finalidade de emprestar efeito suspensivo ao mesmíssimo recurso.
Por isso, declinou a competência e encaminhou à Secretaria Judiciária para que se proceda à redistribuição do feito ao juiz Rui Dias de Souza Filho, que se tornou prevento.



Foi o último ato do juiz Gabriel Costa Ribeiro como titular da 51ª Zona Eleitoral, que inclui Rondon do Pará e Abel Figueiredo. Amanhã, sexta-feira 13, ele assume a comarca de Salinópolis, para onde foi removido pelo Tribunal de Justiça do Pará. 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *