O procurador do Ministério Público do Trabalho Sandoval Alves da Silva tomou posse na chefia da Procuradoria Regional do Trabalho da 8ª Região para o biênio de 2021-2023 enfatizando o papel decisivo do MPT na garantia dos direitos humanos. O…

Prevaleceu o bom senso e o cuidado com as pessoas. O prefeito Edmilson Rodrigues ouviu o secretário municipal de Saúde, Maurício Bezerra, e técnicos responsáveis pela vacinação e enfrentamento à Covid-19, e cancelou os desfiles das escolas de samba, blocos…

Começou hoje (27) às 8h e segue até às 17h a votação nas prévias do PSDB para escolher seu candidato à Presidência da República. O resultado, se tudo correr bem, deve ser anunciado às 20h. O partido passou a semana…

Em uma aula prática da Faculdade de Medicina da Unifamaz, ontem, o professor Marcus Vinícius Henriques de Brito, visivelmente impaciente com a aluna que deveria demonstrar intubação em um boneco, questionou a falta de lubrificação prévia do paciente, ao que…

Precisamos de paz social!

A bandidagem está à solta em
Belém. A rua Antônio Barreto, principalmente nos trechos com as esquinas das travessas
3 de Maio, 14 de Abril, 9 de Janeiro e D. Romualdo de Seixas, virou corredor de
sequestros relâmpagos.
De maio para cá, aumentou o número de
assaltos à mão armada, sequestros relâmpagos,
roubos de carros e motos. Um casal em uma moto vermelha vem tocando o terror. A mulher na garupa é quem aponta a arma para
as vítimas e leva bolsas, telefones e tudo o mais que estiverem portando.
Nas laterais do Shopping Boulevard,
nas saídas pelas ruas Ó de Almeida e Aristides Lobo, proliferam as abordagens.
Na sexta-feira houve arrastão na Av. Visconde de Souza
Franco (Doca), assalto à mão armada nas esquinas da Antônio Barreto com Wandenkolk
e com a Doca, na boutique na Dom Romualdo de Seixas com Domingos Marreiros
,  e sequestro
relâmpago na saída do Hospital da Beneficente Portuguesa.
A toda hora assaltam no bairro da Pedreira, nos canais,
nas laterais da Perebebuí e na Marquês de Herval.
Moradores de rua que incendiaram o casarão na Marechal
Hermes migraram para as ruas da Praça do Colégio Santo Antonio, Presidente Vargas,
Ver-O-Peso e Riachuelo.
Urge uma força-tarefa para fazer frente a essa situação,
antes que se torne irremediável.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *