0

Em cerimônia muito concorrida, que lotou o auditório Benedito Nunes, da Universidade Federal do Pará, o ministro Waldez Góes empossou, nesta segunda-feira (5), o novo superintendente da Sudam, Paulo Rocha. A autarquia, vinculada ao Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional (MIDR), tem o objetivo de levar desenvolvimento inclusivo e sustentável aos habitantes da Amazônia Legal, e oferecer igualdade de oportunidades e autonomia para a população.

 “Estou orgulhoso e me sinto muito preparado. Nosso principal objetivo é diminuir as diferenças regionais que existem em nosso País e faremos isso por meio do desenvolvimento, da capacidade de unir todas as forças, tanto as produtivas, com grandes, médios ou pequenos produtores, quanto as forças políticas, para que todos remem na mesma direção e possamos atingir nosso objetivo”, declarou Paulo Rocha.

 Em discurso, o ministro Waldez Góes citou o desmonte sofrido pela Sudam nos últimos anos e destacou que uma das principais missões do novo superintendente será exatamente reverter esse quadro. “Em 2018, o orçamento da Sudam foi de R$ 238 milhões. Para este ano, o valor destinado pela gestão passada foi de R$ 21 milhões. Ou seja, houve uma queda de mais de 10 vezes em apenas cinco anos. E o quadro de colaboradores, incluindo os de carreira, caiu 37% desde 2017. Tenho certeza de que a experiência de Paulo e dos demais diretores trará uma nova energia à superintendência e, com isso, poderemos realmente fazer um movimento para recuperar esse tempo perdido, essa desmobilização”, enfatizou, destacando, ainda, que a experiência do novo superintendente é importante diferencial. “Paulo tem uma relação muito forte com a Amazônia e um profundo conhecimento das questões da nossa região. Ele foi forjado na luta, na militância, na relação com os pescadores, com os agricultores, com os empreendedores que fazem da Amazônia o que ela é. Além disso, teve 28 anos de vida pública no Congresso Nacional e dialoga muito bem com os deputados e os senadores. Então, temos um ambiente altamente apropriado para que seja feito um excelente trabalho”, comentou.

Durante a cerimônia, também tomaram posse os diretores de Administração, Wilson Luiz Alves Ferreira; de Planejamento e Articulação de Políticas, Paulo Roberto Ferreira; de Gestão de Fundos e de Atração de Investimentos, Jorge Frota Pereira Junior; e de Promoção do Desenvolvimento Sustentável, Evandro Ladislau da Silva.

Lideranças de movimentos sociais de Belém e do interior, deputados, vereadores e prefeitos participaram da posse. O governador do Amapá, Clécio Luís, também prestigiou a cerimônia, bem como os deputados estaduais Maria do Carmo, Elias Santiago e Carlos Bordalo, os deputados federais Airton Faleiro e Dilvanda Faro e o senador Beto Faro. A vice-governadora Hana Ghassan Tuma representou o governador Helder Barbalho no evento. E o vice-prefeito Edilson Moura, o prefeito Edmílson Rodrigues. Duda Ramos e José Inácio, deputados estaduais do Maranhão, também integraram o dispositivo de honra do evento.

A Sudam atua nos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins e parte do Maranhão, considerando as riquezas naturais com diferentes biomas, a diversidade econômica, sociocultural, étnica e o potencial geopolítico e estratégico da região. Nascido em Terra Alta (PA), Paulo Rocha é sindicalista com formação em artes gráficas e fundador do PT no Pará, em 1981.

MPPA se adequa ao Sistema Interamericano de Direitos Humanos

Anterior

Fórum pelo Protagonismo Amazônida define estratégias

Próximo

Vocë pode gostar

Mais de Notícias

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *