A Cosanpa abriu nada menos que seiscentos buracos imensos nos bairros mais movimentados de Belém, infernizando a vida de todo mundo com engarrafamentos e causando graves riscos de acidentes, principalmente porque chove sempre, e quando as ruas alagam os buracos…

O Procurador-Geral de Justiça César Mattar Jr. inaugurou nesta quinta-feira, 16, o Núcleo Eleitoral do Ministério Público do Estado do Pará, que vai funcionar na sede das Promotorias de Justiça de Icoaraci, distrito de Belém. O coordenador será o promotor…

A desembargadora Maria de Nazaré Saavedra Guimarães, que se destaca pelo belo trabalho que desenvolve à frente da Comissão de Ações Judiciais em Direitos Humanos e Repercussão Social do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, e que já coordenou…

Brega no Pará é coisa séria. Tem Brega Pop, Brega Calypso, Brega Marcante, Brega Saudade, Tecnobrega, Melody, Tecnomelody … Verdadeiro hino (música oficial dos 400 anos de Belém), não há quem desconheça o clássico Ao Por do Sol, eternizado na…

Ponte sobre o rio Capim

Foto: Antonio Silva
Ficou uma beleza a ponte sobre o rio Capim, no município de Aurora do Pará, entre Mãe do Rio e Concórdia do Pará, além de melhorar muito a vida de todo mundo na região. A travessia de balsa, que demorava uma hora, era um tormento pela perda de tempo, além do dinheiro gasto com a tarifa no transporte. A ponte tem 540 metros de comprimento, dez pilares e 14 lajes, e fica na rodovia estadual PA-252, que se interliga à BR-010, a Belém-Brasília. O investimento de R$ 56.868.289,68 é exclusivo do Tesouro do Estado. Lembro que a construção começou a ser executada ainda no primeiro governo de Simão Jatene, mas na gestão seguinte a obra foi paralisada e retomada em agosto do ano passado, após a conclusão de novos estudos. Em 2003, eu atuava como coordenadora de Comunicação da Setran e divulguei a pavimentação da PA-252, dividida em dois lotes, o primeiro incluindo o trecho Concórdia/Mãe do Rio, com 47 Km, e o segundo, de Vila Comissário até o Acará, com 18,5 Km, fruto de parceria entre o Governo do Estado e o Banco Interamericano de Desenvolvimento – BID, assim como a pavimentação da PA-256, no trecho entre Paragominas e o rio Capim, com 41 Km de extensão. Ambas de importância para compor a retaguarda rodoviária à hidrovia Guamá-Capim, que tem extensão navegável de 403 Km e liga a região de
Paragominas, no entroncamento com a PA-256, ao
porto de Vila do Conde, em Barcarena. Produção
para escoar é que não falta: as reservas de caulim
em toda a área estão estimadas em
590 milhões de toneladas. Também são
movimentados insumos e fertilizantes agrícolas,
sal, e diversos produtos agropecuários. 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *