Embora o Quartel Tiradentes esteja localizado no coração do bairro do Reduto, sediando o 2º BPM e duas Companhias da Polícia Militar do Pará, os meliantes parecem desafiar abertamente os policiais. Os assaltos no bairro continuam muito frequentes, principalmente no…

Douglas da Costa Rodrigues Junior, estudante de Letras - Língua Portuguesa da Universidade Federal do Pará e bolsista do Museu Paraense Emílio Goeldi, ganhou a 18ª edição do Prêmio Destaque na Iniciação Científica e Tecnológica na área de Ciências Humanas…

O Ministério Público do Trabalho PA-AP abrirá na segunda-feira inscrições para Estágio de Nível Superior. A seleção será destinada ao preenchimento de vagas e formação do quadro de reserva de estagiários dos cursos de Administração/Gestão Pública, Biblioteconomia, Direito, Jornalismo, Publicidade/Propaganda…

Hoje, dia 23 de julho de 2021 às 19h, o Instituto Histórico e Geográfico do Pará realizada a nona “Live em Memória” da programação alusiva aos 121 anos do Silogeu, desta vez em homenagem ao centenário de nascimento do Almirante…

Políticos emporcalham a cidade


É permitida a veiculação de propaganda eleitoral consistente na colocação de cavaletes, desde que móveis e não dificultem o bom andamento do trânsito de pessoas e veículos. Agora, o que se vê nas fotos aí em cima – tiradas hoje à tarde, por volta das 16h, quando chovia em Belém do Pará, na Av. Duque de Caxias, próximo ao cruzamento com a Dr. Freitas, local extremamente movimentado – é uma pequena amostra do caos naquela avenida, uma das principais da cidade. Havia dezenas de cavaletes e bandeiras que voaram com vento e até bicicletas largadas sem a menor cerimônia por seus ocupantes, no meio da via pública, atrapalhando o trânsito e colocando em risco vidas. O art. 11, § 3º da Resolução TSE n. 23.191/09 proíbe a colocação de qualquer tipo de propaganda política em jardim público. Canteiros centrais das avenidas, assim como as calçadas, são extensões das vias públicas, locais onde é permitida a publicidade eleitoral desde que respeitadas as condições legais. É vedada a veiculação de propaganda em objetos não fixos (cavaletes, bonecos, placas, estandartes, cartazes, faixas, bandeiras) ao longo de vias públicas no canteiro central entre vias, próxima a cruzamentos, viadutos, sinais de trânsito, em cruzamentos de vias arteriais com controle semaforizado de preferência, cabível a aplicação de multa em valor acima do mínimo legal em razão da multiplicidade de artefatos, do local de grande circulação em que foi colocada a propaganda irregular e da desobediência expressa à lei.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *