O procurador do Ministério Público do Trabalho Sandoval Alves da Silva tomou posse na chefia da Procuradoria Regional do Trabalho da 8ª Região para o biênio de 2021-2023 enfatizando o papel decisivo do MPT na garantia dos direitos humanos. O…

Prevaleceu o bom senso e o cuidado com as pessoas. O prefeito Edmilson Rodrigues ouviu o secretário municipal de Saúde, Maurício Bezerra, e técnicos responsáveis pela vacinação e enfrentamento à Covid-19, e cancelou os desfiles das escolas de samba, blocos…

Começou hoje (27) às 8h e segue até às 17h a votação nas prévias do PSDB para escolher seu candidato à Presidência da República. O resultado, se tudo correr bem, deve ser anunciado às 20h. O partido passou a semana…

Em uma aula prática da Faculdade de Medicina da Unifamaz, ontem, o professor Marcus Vinícius Henriques de Brito, visivelmente impaciente com a aluna que deveria demonstrar intubação em um boneco, questionou a falta de lubrificação prévia do paciente, ao que…

Polícia denuncia o governo

Salve-se
quem puder! A Polícia Civil deflagrou paralisação de alerta em todo o Pará, que
irá durar 24 h e diz que está esgotando todos os recursos cabíveis para grevar.
Mesmo em assembleia geral permanente desde 1º de março, os policiais vêm
tentando negociar com a Sead e Segup as reivindicações, mas a reunião já foi
adiada três vezes e não tem data marcada nem previsão de ocorrer. Para a
diretoria do Sindpol/PA e da Confederação Brasileira dos Policiais Civis –
Cobrapol, a situação configura desrespeito e descaso para com a categoria.
Os policiais
civis querem  a incorporação nos salários do abono de R$ 540 e
a isonomia entre os servidores que exercem a mesma função mas recebem salários
diferentes por causa do nível de escolaridade.  O Sindpol denuncia
o plantão remunerado que o governo está pagando para os policiais trabalharem
nos dias de folga e a situação dos que estão lotados no interior do Estado. Também pleiteia eleição de lista tríplice para escolha do delegado
geral.
O Sindpol/PA
montou um dossiê com fotos denunciando a precariedade na prestação dos serviços
nas delegacias de todo o Pará, entregue ao governador Simão Jatene durante
evento ocorrido no mês passado no Hangar, mas até agora não recebeu qualquer
resposta. O sindicato irá percorrer todos as delegacias do Estado e
complementar o dossiê para mostrar a realidade de calamidade em que se encontra
a segurança pública no Pará.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *