Em sentença publicada hoje no Diário da Justiça do Pará, a juíza Blenda Nery Rigon Cardoso, titular da 2ª Vara Criminal da Comarca de Belém, em substituição ao juízo da 9ª Vara Criminal, absolveu sumariamente a jornalista Franssinete Florenzano, editora…

Em pleno Dia Internacional dos Museus, foi inaugurada a exposição Sentinela do Norte: A Independência do Brasil no Grão-Pará, realizada pelo Instituto Histórico e Geográfico do Pará em parceria com a Cátedra João Lúcio de Azevedo, o Instituto Camões e…

O Complexo Turístico do Ver-o-Rio foi o cenário da celebração do projeto de lei de autoria da vereadora Lívia Duarte, presidente municipal do Psol, que criou o Estatuto de Igualdade Racial de Belém. O prefeito Edmilson Rodrigues, vereadores e representações…

As pessoas andam com os nervos à flor da pele e à beira de um ataque de nervos. Muitas tragédias têm sido causadas pela falta de temperança, paciência e serenidade, principalmente no trânsito. Pior é quando o causador é agente…

Pesquisa Acertar atesta eleição indefinida

Pesquisa do Instituto Acertar confirma o que mostrou recentemente o Ibope: a situação eleitoral para este ano está indefinida no Pará e o eleitor está à procura de algo diferente. Para governador, em todos os cenários, o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho(MDB), lidera. Mas a soma de brancos/nulos e indecisos supera seus percentuais. 

Na espontânea Helder aparece com 14,9%, seguido pelo deputado federal Edmilson Rodrigues(PSOL) com 3,1%, o governador Simão Jatene(PSDB) e o senador Paulo Rocha(PT) empatados em 2,3%, o vice-governador Zequinha Marinho(PSC) com 1,4% e Úrsula Vidal(sem partido) com 1,3%. Os demais, juntos, somam 4,2%. Os indecisos são 52,0%, e 16,6% votariam em branco ou anulariam o voto. 

Na estimulada (cenário 1), Helder obteria 30,3% contra 11,6% de Edmilson, seguidos de Úrsula com 6,6%, Paulo Rocha 6,6%, Zequinha Marinho 6,2%, o presidente da Alepa, deputado Márcio Miranda(DEM), com 4,9%, e o deputado estadual Sidney Rosa(PSB) com 3,7%. Brancos e nulos, 19,1% e 11,0% indecisos. 

No segundo cenário: Helder 36,9%, Úrsula 10,3%, Márcio Miranda 8,1% e Sidney Rosa 5,3%. Brancos/nulos/em ninguém 26,0%. E 13,4% indecisos. 

No terceiro cenário, Helder 35,2%, Úrsula 10,1%, Paulo Rocha 8,7% e Márcio Miranda 8%. Brancos e nulos 25,2% e 12,8% não sabem em quem votar. 

Em um quarto cenário, Helder tem 37,2%% e Paulo Rocha 10,4%, Márcio Miranda 7,3% e o vereador Fernando Carneiro(PSOL) 1,8%. Brancos/nulos 29,2% e 14,1% indecisos. 
Na estimulada para senador, Jader Barbalho(MDB) tem 12,7% contra 10% de Simão Jatene, 7,8% de Úrsula, 6,5% de Mário Couto, 5,4% do senador Flexa Ribeiro(PSDB) e 5,1% do deputado federal Zé Geraldo(PT). A vereadora Marinor Brito(PSOL) alcançaria 5,1%, Zequinha Marinho 4,2% e Jarbas Vasconcelos 1,1%. Brancos/nulos/nenhum perfazem 24,4%, e 18,4% indecisos.  
Na estimulada à Presidência da República, Lula obteria 40,5% contra 17,3% de Bolsonaro, seguidos por Marina Silva (12,8%), Ciro Gomes (2,6%), Geraldo Alckmin (2,4%), Cristóvão Buarque (1,3%), Fernando Collor (1,0%) e Manuela D´Avila e Guilherme Boulos, ambos com 0,1%. Brancos e nulos 14,7% e 7,2% indecisos.

A pesquisa, contratada pela Fundação Lauro Campos, ligada ao PSOL, teve os dados levantados de 03 a 08 de fevereiro de 2018, foi registrada sob o nº PA-07039/2018,  cobriu as 07 regiões intermediárias e suas respectivas regiões imediatas e 30 municípios. A margem de erro é de 3,5% para mais ou para menos, com intervalo de confiança de 95%.

Confiram a pesquisa completa aqui.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *