A expectativa era grande em relação à ida do governador Helder Barbalho à Assembleia Legislativa para a leitura da Mensagem na instalação da 61ª Legislatura. Funcionou como uma espécie de termômetro da Casa, que abriga novos deputados na oposição, e…

Foram empossados hoje na Assembleia Legislativa do Pará os 41 deputados estaduais eleitos para a 61ª Legislatura (2023-2027). Em seguida houve eleição para a Presidência e a Mesa Diretora, em chapa única, tendo sido reeleito praticamente à unanimidade – por…

O governador Helder Barbalho está soltando a conta-gotas os nomes dos escolhidos para compor o primeiro escalão de seu segundo governo. Nesta quarta-feira será a posse dos deputados estaduais e federais e dos senadores, e a eleição para a Mesa…

Pela primeira vez na história, está em curso  um movimento conjunto da Academia Paraense de Letras, Academia Paraense de Jornalismo, Instituto Histórico e Geográfico do Pará e Academia Paraense de Letras Jurídicas, exposto em ofício ao governador Helder Barbalho, propondo…

Pagot quer voltar

Acreditem. Em depoimento que durou quase oito horas, hoje, na Câmara dos Deputados, o ex-diretor geral do Dnit, Luiz Antonio Pagot, mostrou que quer reassumir o cargo e ainda botou banca: “Posso até continuar como diretor-geral do Dnit se Dilma assim quiser. Mas tenho que ter uma longa conversa com ela. Senão é chover no molhado.”
Dizendo-se “constrangido” com o afastamento, Pagot também se queixou de estar sendo grampeado há mais de um ano e relatou que pretende pedir à Polícia Federal que abra uma investigação. Negou ter recebido propina e chegou a concordar em assinar um documento autorizando a quebra de seus sigilos bancário, fiscal e telefônico, mas depois desistiu.
O deputado Júlio Delgado (PSB-MG) bateu forte. Classificou a construção da BR-440, que passa por Juiz de Fora (MG), como um “desastre de gestão” do Dnit, que liberou R$60 milhões para a construção de apenas 4 Km. “Quinze milhões o quilômetro? Nem na Lua!”, espetou. Pagot se disse “envergonhado” com o caso e defendeu que a obra seja paralisada e as responsabilidades investigadas.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *