O prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, anunciou na tarde desta segunda-feira, 8, que os recursos para a revitalização e requalificação do complexo do Mercado São Brás, na ordem de R$50 milhões, já estão garantidos pela Caixa Econômica Federal. Durante visita…

A orla da cidade concentrou o maior público de todos os tempos. Cerca de dez mil pessoas esperaram, ansiosas, o espetáculo emocionante e grandioso que incluiu barcos grandes e balsas, mas também canoeiros, as tradicionais e belíssimas barquinhas, confeccionadas com…

Área contígua ao centro histórico de Belém do Pará, Zona Especial do Patrimônio Histórico declarada por lei, o bairro do Reduto, cenário industrial da belle Époque, da Doca do Reduto no início do século XX, com suas canoas coloridas repletas…

A Primeira Seção do Superior Tribunal de Justiça fixou, sob o rito dos recursos repetitivos, a tese de que o servidor federal inativo, independentemente de prévio requerimento administrativo, tem direito à conversão em dinheiro da licença-prêmio não usufruída durante a…

Os maiores salários do Brasil

Carlos D’ávila, “Bessias”, Daniel Azeredo e José Múcio

A revista Veja publica matéria bombástica este fim de semana, assinada por Pieter Zalis, que destaca os maiores salários do Brasil no serviço público. São o juiz federal Carlos D’Ávila Teixeira (R$198.852,39); o procurador da República no Pará Daniel César Azeredo Avelino (R$96.919,83), o ministro do Planejamento Dyogo Henrique de Oliveira (R$81.720,53), a desembargadora federal do TRF de São Paulo Therezinha Cazerta(R$83.064,62), os juízes federais Vera Lúcia Ponciano (R$82.598,37) e os juízes federais Alfredo dos Santos Cunha e Luís Gustavo Neves (ambos R$82.455,19), o ministro do TCU José Múcio Monteiro Filho(R$50.886,46)  e o procurador da Fazenda Jorge Rodrigo Araújo Messias – o “Bessias” daquela gravação do telefonema de Dilma a Lula – (R$55.459,30), além de vários outros membros do MPF e Judiciário, ministros do TCU, servidores do Senado e Poder Executivo.

Pelo levantamento de Veja, mais de 5 mil servidores federais recebem acima o teto constitucional. A revista ficou de publicar, ainda, a relação dos marajás do serviço público que são aposentados e pensionistas, nos âmbitos federal, estadual e municipal e nos três Poderes.

Cliquem aqui e leiam a matéria na íntegra.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *