A expectativa era grande em relação à ida do governador Helder Barbalho à Assembleia Legislativa para a leitura da Mensagem na instalação da 61ª Legislatura. Funcionou como uma espécie de termômetro da Casa, que abriga novos deputados na oposição, e…

Foram empossados hoje na Assembleia Legislativa do Pará os 41 deputados estaduais eleitos para a 61ª Legislatura (2023-2027). Em seguida houve eleição para a Presidência e a Mesa Diretora, em chapa única, tendo sido reeleito praticamente à unanimidade – por…

O governador Helder Barbalho está soltando a conta-gotas os nomes dos escolhidos para compor o primeiro escalão de seu segundo governo. Nesta quarta-feira será a posse dos deputados estaduais e federais e dos senadores, e a eleição para a Mesa…

Pela primeira vez na história, está em curso  um movimento conjunto da Academia Paraense de Letras, Academia Paraense de Jornalismo, Instituto Histórico e Geográfico do Pará e Academia Paraense de Letras Jurídicas, exposto em ofício ao governador Helder Barbalho, propondo…

Oito décadas do Instituto Evandro Chagas

Os 80 anos do Instituto Evandro Chagas serão celebrados pela Assembleia Legislativa amanhã, às 10h, em sessão solene requerida pelo deputado Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor.

O IEC isolou e caracterizou mais de 210 tipos diferentes de arbovírus, um recorde mundial que fez da instituição referência nacional e internacional.
Vinculado à Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, o Instituto Evandro Chagas tem se notabilizado por inúmeras descobertas, o que o torna referência mundial como centro de excelência em pesquisas científicas. 

É a única instituição brasileira que integra o Comitê Assessor para Zika da Organização Mundial da Saúde e é Centro Colaborador da OMS para Investigação e Adestramento em Arboviroses. Também integra o Comitê Assessor da OMS para febre amarela e de vacina para dengue e outros flavivírus e o Regulamento Sanitário Internacional, além de participar da Rede de Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia para febres hemorrágicas virais, que estuda doenças como dengue, febre amarela, zika e chikungunya, entre outros. 

Além disso, é centro nacional da OMS para influenza; laboratório de referência internacional para leishmaniose; centro de referência nacional para dengue, febre amarela, nilo ocidental, arbovírus, gripe, herpes, hepatites, rotavírus, vírus ebola e papilomavírus; laboratório macrorregional para Aids, tuberculose e poliomielite; laboratório de referência regional para influenza, sarampo, enterobactérias, cólera e malária.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *