Embora o Quartel Tiradentes esteja localizado no coração do bairro do Reduto, sediando o 2º BPM e duas Companhias da Polícia Militar do Pará, os meliantes parecem desafiar abertamente os policiais. Os assaltos no bairro continuam muito frequentes, principalmente no…

Douglas da Costa Rodrigues Junior, estudante de Letras - Língua Portuguesa da Universidade Federal do Pará e bolsista do Museu Paraense Emílio Goeldi, ganhou a 18ª edição do Prêmio Destaque na Iniciação Científica e Tecnológica na área de Ciências Humanas…

O Ministério Público do Trabalho PA-AP abrirá na segunda-feira inscrições para Estágio de Nível Superior. A seleção será destinada ao preenchimento de vagas e formação do quadro de reserva de estagiários dos cursos de Administração/Gestão Pública, Biblioteconomia, Direito, Jornalismo, Publicidade/Propaganda…

Hoje, dia 23 de julho de 2021 às 19h, o Instituto Histórico e Geográfico do Pará realizada a nona “Live em Memória” da programação alusiva aos 121 anos do Silogeu, desta vez em homenagem ao centenário de nascimento do Almirante…

Oito décadas do Instituto Evandro Chagas

Os 80 anos do Instituto Evandro Chagas serão celebrados pela Assembleia Legislativa amanhã, às 10h, em sessão solene requerida pelo deputado Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor.

O IEC isolou e caracterizou mais de 210 tipos diferentes de arbovírus, um recorde mundial que fez da instituição referência nacional e internacional.
Vinculado à Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, o Instituto Evandro Chagas tem se notabilizado por inúmeras descobertas, o que o torna referência mundial como centro de excelência em pesquisas científicas. 

É a única instituição brasileira que integra o Comitê Assessor para Zika da Organização Mundial da Saúde e é Centro Colaborador da OMS para Investigação e Adestramento em Arboviroses. Também integra o Comitê Assessor da OMS para febre amarela e de vacina para dengue e outros flavivírus e o Regulamento Sanitário Internacional, além de participar da Rede de Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia para febres hemorrágicas virais, que estuda doenças como dengue, febre amarela, zika e chikungunya, entre outros. 

Além disso, é centro nacional da OMS para influenza; laboratório de referência internacional para leishmaniose; centro de referência nacional para dengue, febre amarela, nilo ocidental, arbovírus, gripe, herpes, hepatites, rotavírus, vírus ebola e papilomavírus; laboratório macrorregional para Aids, tuberculose e poliomielite; laboratório de referência regional para influenza, sarampo, enterobactérias, cólera e malária.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *