0

O município de Altamira, na região do Xingu, sediou o V Colégio de Presidentes da Jovem Advocacia da OAB Pará. Organizado pela Comissão da Jovem Advocacia Paraense (COJAD), o evento é umas das iniciativas da atual gestão para fortalecer o projeto de interiorização das atividades da instituição. Ao todo, dezessete presidentes jovens de subseções participaram dos debates.

Entre os principais temas abordados, figuram o Piso Salarial da Advocacia, Encontro Nacional da Jovem Advocacia em Belém, Circuito de Cursos no Interior do Estado e combate ao aviltamento de honorários da Jovem Advocacia. Ao final, o presidente da OAB-PA, Eduardo Imbiriba, assinou a “Carta de Altamira” – documento com as deliberações e compromissos firmados pela diretoria seccional com a jovem advocacia paraense.

Por sua vez, a secretária-geral e corregedora da OAB-PA, Claudiovanny Teixeira, a diretora-tesoureira adjunta, Lorena Napoleão, e a conselheira federal Ana Ialis reuniram com a corregedora-geral do Tribunal Superior do Trabalho, ministra Dora Maria da Costa. Na ocasião, apresentaram problemas enfrentados nas audiências virtuais e no sistema de notificação “Ecarta”.

Outras demandas da advocacia trabalhista paraense também foram pautadas. A corregedora-geral ressaltou a importância da utilização do sistema de denúncias diretas à Corregedoria do TST por meio do link www.tst.jus.br/web/corregedoria, que podem ser anônimas para registros de irregularidades e pedido de providências.

Mais de cem tartaruguinhas soltas no mar em Salinópolis

Anterior

Fórum de Governadores divulga a Carta de Cuiabá

Próximo

Vocë pode gostar

Mais de Notícias

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *