A juíza Sara Augusta Pereira de Oliveira Medeiros, titular da 3ª Vara Cível, Infância e Juventude, Órfãos, Interditos e Ausentes de Castanhal (PA) exarou uma sentença emblemática, em plena Semana da Pessoa com Deficiência: obrigou a Escola Professor Antônio Leite…

Observando que é irracional o deslocamento de grande quantidade de pacientes em busca de tratamento, o Ministério Público do Pará ajuizou Ação Civil Pública contra o Estado do Pará e o Município de Marabá, para a criação de Unidade de…

O governador Helder Barbalho sanciona hoje à noite, em cerimônia no auditório do Centur, o 'Vale Gás' e o 'Água Pará', destinados a famílias de baixa renda ou em situação de vulnerabilidade social. Ambos serão gerenciados e fiscalizados pela Secretaria…

Ciclistas liderados pelo grupo Pedal Mulher Nota 100, com apoio de alunos e voluntários da Universidade Federal do Pará e da Academia Paraense de Jornalismo, realizarão uma performance, nesta quinta-feira (23), das 8h às 10h, a fim de chamar a…

O Pará chora

A sociedade está doente, moribunda e a cidadania não existe. E não é só aqui no Marajó. O mesmo está acontecendo em várias outras cidades. Em Santarém, Bragança, Abaetetuba, Cametá, Belém, Marajó, Altamira, Xingu… No Pará, o problema está se expandindo cada vez mais. Isso é um fato que se agrava”. (Dom José Luiz Azcona Hermoso, bispo do Marajó, em seu estarrecedor relato à CPI da Pedofilia no Pará, que concluiu questionando “como irá acabar?”).
Miséria, desamparo, tráfico humano e de drogas, incesto, pedofilia (milhares na faixa de 0 a 2 anos!), abuso e exploração sexual infanto-juvenil, grilagem de terras, desmatamento ilegal, devastação ambiental, pesca predatória. Há grave violação dos direitos humanos envolvendo principalmente mulheres, adolescentes e crianças.
A malária é uma tragédia à parte. Para se ter idéia, são 800 casos por cada mil habitantes – o tolerável são 50 casos para cada mil.
E ninguém toma providências.
Leia matéria completa no site do Uruá-Tapera.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *