O procurador do Ministério Público do Trabalho Sandoval Alves da Silva tomou posse na chefia da Procuradoria Regional do Trabalho da 8ª Região para o biênio de 2021-2023 enfatizando o papel decisivo do MPT na garantia dos direitos humanos. O…

Prevaleceu o bom senso e o cuidado com as pessoas. O prefeito Edmilson Rodrigues ouviu o secretário municipal de Saúde, Maurício Bezerra, e técnicos responsáveis pela vacinação e enfrentamento à Covid-19, e cancelou os desfiles das escolas de samba, blocos…

Começou hoje (27) às 8h e segue até às 17h a votação nas prévias do PSDB para escolher seu candidato à Presidência da República. O resultado, se tudo correr bem, deve ser anunciado às 20h. O partido passou a semana…

Em uma aula prática da Faculdade de Medicina da Unifamaz, ontem, o professor Marcus Vinícius Henriques de Brito, visivelmente impaciente com a aluna que deveria demonstrar intubação em um boneco, questionou a falta de lubrificação prévia do paciente, ao que…

O fenômeno Rayanne Amanda e um projeto para atletas

Tramita na Assembleia Legislativa projeto de indicação criando o Programa Estadual de Prática de Esportes e Desenvolvimento de Atletas e Paratletas, de autoria do presidente da Comissão de Turismo e Esporte da Casa, deputado Celso Sabino (PSDB). Prevê o incentivo à prática de esportes, com natureza socioeducativa, e o desenvolvimento de atletas e paratletas organizado a partir da ação de profissionais habilitados a identificar pessoas dotadas de potencial atlético e esportivo. 

Na quarta-feira passada(11), a atleta parauara Rayanne Amanda Carmo dos Santos visitou a  Alepa para mostrar a medalha conquistada durante o Campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu, disputado por mais de cinco mil atletas inscritos na competição. 

Rayanne Amanda começou a treinar aos 10 anos, em Belém, e já é professora de jiu-jitsu para mulheres e crianças em um projeto social no bairro da Cremação. Também treina MMA com os irmãos e atletas do UFC Iuri e Ildemar Marajó. Nascida em uma família de lutadores (seu pai Marcelo Assunção é faixa preta, sua mãe Larry Jack é faixa marrom e seu irmão Lorran segue pelo mesmo caminho, com vários títulos já conquistados), é faixa preta em jiu-jitsu e tem curriculum invejável: campeã brasileira pela CBJJ em Barueri (2016),  campeã Argentina Open pela CBJJE em Buenos Aires (2015),  campeã Pan-Americana pela CBJJE em São Paulo (2015),  campeã mundial pela CBJJE em São Paulo (2015), campeã brasileira pela CBJJ em São Paulo(2015), vice-campeã sul americana pela CBJJE e campeã no Absoluto (2015), campeã paraense profissional pela CBLP  em Santarém (categoria e absoluto – 2015), campeã Reis do Tatame Super Absoluto em Belém (2015), campeã  Pan-Americana pela CBJJE em Belém (categoria e absoluto –2014), campeã Copa Cidade de Belém pela FNBJJ (2013), campeã nacional Conde Koma pela FNBJJ (2013), campeã    Norte Brasileiro pela FPJJE (2013),  38 vezes campeã paraense pela FJJP (2007 a 2015), detentora do cinturão no Absoluto   Faixa Preta/Marrom (2015), tetracampeã paraense pela  FPJJE (2009 a 2012), campeã Copa Norte pela LTJJ (2008), campeã Norte/Nordeste pela FPJJE (2009), bicampeã Open Internacional pela FNBJJ  (2010 e 2011) e campeã Pan-Amazônica pela  FNBJJ (2011).

Ah! Rayanne tem só 20 anos e já foi cogitada para participar do Jungle Fight, maior evento de lutas da America Latina. E nem precisava, mas além de tanto talento é linda e carismática. Na foto de Ozéas Santos, a atleta com os deputados estaduais.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *