O Procurador-Geral de Justiça César Mattar Jr. inaugurou nesta quinta-feira, 16, o Núcleo Eleitoral do Ministério Público do Estado do Pará, que vai funcionar na sede das Promotorias de Justiça de Icoaraci, distrito de Belém. O coordenador será o promotor…

A desembargadora Maria de Nazaré Saavedra Guimarães, que se destaca pelo belo trabalho que desenvolve à frente da Comissão de Ações Judiciais em Direitos Humanos e Repercussão Social do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, e que já coordenou…

Brega no Pará é coisa séria. Tem Brega Pop, Brega Calypso, Brega Marcante, Brega Saudade, Tecnobrega, Melody, Tecnomelody … Verdadeiro hino (música oficial dos 400 anos de Belém), não há quem desconheça o clássico Ao Por do Sol, eternizado na…

Uma reunião no Ministério Público do Estado do Pará colocou em pauta a situação caótica da Unidade de Conservação Estadual Área de Proteção Ambiental da Ilha do Combu, onde proliferam construções e empreendimentos comerciais irregulares, transporte fluvial desordenado, festas e…

Nos estertores, o vilão ataca

Na primeira parte da sessão de hoje, o quase
ex-vereador Gervásio Morgado (PR) teve o desplante de ir à tribuna da Câmara
Municipal de Belém para fazer ataque vil, infame, nojento à minha honra e à de meu marido. Eu
não vou fazer o seu jogo imundo de bate-boca. Usarei dos canais adequados para
que aprenda a respeitar as pessoas que não se igualam à sua estatura moral.

Ah! E, para variar, Morgado mentiu desavergonhadamente, afirmando que eu fui condenada a lhe pagar indenização e ainda não cumpri. A verdade é que o processo está em fase de recurso e não existe sentença definitiva.

Escandalosamente, mais uma vez a sessão foi suspensa e convocada reunião na
sala vip, quando Morgado propôs retirar o seu projeto que altera o plano
diretor de Belém, desde que outra criação sua, o projeto 274/2011 – dispõe sobre
tratamentos alternativos para adequação dos esgotos domésticos e sanitários no
município de Belém, e dá outras providências
– entre na pauta de amanhã, já com
parecer favorável da Comissão de Constituição e Justiça.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *