0

A Polícia Civil do Pará prendeu em flagrante Danielle Pereira de Queiroz, que em conluio com outra pessoa ainda não capturada frequentava academias de ginástica de Belém nos horários de maior movimento e furtava dinheiro, cartões de crédito e objetos pessoais abrindo os armários nos vestiários femininos, onde ficam guardadas as bolsas e mochilas das clientes durante o treino. Os cartões eram usados em máquinas do PagSeguro, registrados em nome de terceiros que participavam da divisão dos lucros.

Sessenta mulheres foram vítimas, na BodyTech, Bluefit, Companhia Belém, Luizinha Duarte e Smartfit, os maiores estabelecimentos do setor em Belém.

Hoje deu ruim para a golpista. Ela chamou atenção quando sumiram R$3.600 de uma cliente da Bodytech Nazaré pela manhã e literalmente limparam os armários da Bluefit da Conselheiro à tarde. Quando tentava entrar na Companhia, na Muncipalidade com Rui Barbosa, foi identificada pelos policiais. Ainda tentou fugir mas foi alcançada e presa na Av. Visconde de Sousa Franco, a Doca, pela equipe do delegado Arthur Nobre, diretor da Delegacia Seccional do Comércio.

Daniela, e outro comparsa ainda não identificado, são oriundos do estado de São Paulo, e vieram até Belém cometer os furtos, de acordo com informações da Polícia.

Com ela foram apreendidos várias máquinas de cartão, cartões de crédito, chaves falsas e notas de Euro, pertencentes a uma das vítimas.

A presa será encaminhada para exame de corpo de delito, e aguardará audiência de custódia.

Carretas infernizam trânsito em Santarém

Anterior

Uma história leva à outra, n° 2

Próximo

Vocë pode gostar

Mais de Notícias

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *