0
O hospital Ofir Loyola começou a instalar um novo acelerador linear, fundamental para o tratamento do câncer, doado pelo Ministério da Saúde em 2004, que estava guardado no almoxarifado da Secretaria de Saúde do Pará. O novo Parque Radiológico do HOL será composto por dois Tomossimuladores, que informam ao acelerador como será o tratamento, um aparelho de Braquiterapia, utilizado em alguns tipos específicos de tumores e mais três aceleradores lineares. No último mês, o MEC e o Ministério da Saúde certificaram o Ofir Loyola como hospital de ensino, título de credibilidade que garantirá e exigirá mais qualidade no atendimento.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Calote bilionário

Anterior

Abuso contra adolescente

Próximo

Você pode gostar

Comentários