Os dirigentes do Sindicato e da Associação dos Servidores da Assembleia Legislativa festejaram o resultado da reunião de hoje com o presidente da Alepa, deputado Chicão, que também convidou para o encontro o Chefe de Gabinete da Presidência, Reginaldo Marques…

A Administração Superior do Ministério Público do Pará está empenhada em fortalecer a atuação dos promotores de justiça no arquipélago do Marajó, onde a situação de extrema pobreza, agravada pela pandemia, perpetua crimes gravíssimos como os abusos e exploração sexual…

“A Prefeitura de Belém, por meio da Comissão de Defesa Civil de Belém, informa que realizou vistoria técnica no bloco B do imóvel localizado na avenida Presidente Vargas, 762, no dia 11 de fevereiro, às 9h, em conjunto com representantes…

DEM e PSL ainda nem consumaram a fusão, prevista para outubro deste ano, mas a briga já é de foice. O ex-presidente do Senado Davi Alcolumbre e o ex-prefeito de Salvador ACM Neto duelam nos bastidores pelo comando do novo…

MPE militar de olho na Expofac

O promotor de justiça militar Armando
Brasil Teixeira,  em conjunto com os promotores
Ana Maria Magalhães de Carvalho e Ney Tapajós Ferreira Franco, recomendou ao
Comandante Geral da PM-PA, Coronel Daniel Borges Mendes; ao Comandante do CPR 3,
Cel. Arthur Rodrigues de Morais; e ao Comandante do 5º BPM, Ten. Cel.
Albernando Monteiro da Silva, que evitem que policiais militares façam a
segurança e vigilância particular de pessoas e bens durante a XLV Exposição
Agropecuária de Castanhal.
Em eventos como esse em outros
municípios foi constatada a presença de PMs fardados fazendo segurança e
vigilância particular em bilheterias, estandes e quiosques de venda, escolta de
artistas e particulares, em prejuízo à segurança pública.
Os promotores de justiça também
solicitaram, no prazo de 48 horas, a escala de serviço para o município durante
a Expofac, além das respectivas ordens de missão dos PMs em serviço. O promotor
militar Armando Brasil  avisou que, em
caso de descumprimento, adotará as medidas cabíveis, sem prejuízo de apuração
de responsabilidades pelos danos eventualmente causados à coletividade,
inclusive por ato de improbidade administrativa.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *