A Prefeitura de Belém está convidando os moradores da Cidade Velha à Consulta Pública sobre a reforma e revitalização do prédio ao lado da Igreja da Sé, onde por muito tempo funcionou a Fundação Cultural do Município de Belém (Fumbel).…

As eleições de 2022 coincidem com o bicentenário da Independência e os 90 anos de conquista do direito do voto feminino, ocorrida em 24 de fevereiro de 1932. Durante todo o Império, as brasileiras não puderam votar e somente 43…

O Ecomuseu da Amazônia, da Fundação Escola Bosque (Funbosque) promoveu no domingo, 25, na Ilha de Cotijuba, o roteiro patrimonial, pelo encerramento da 16ª Primavera dos Museus. Os visitantes conheceram o pólo do Ecomuseu, a história de Cotijuba, que passa…

A prefeitura de Portel, em parceria com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca, lançou na sexta-feira passada (23) o projeto Marajó Sustentável, aliado ao Programa de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva da Seringueira no Estado do Pará…

Memória cultural

A polêmica substituição do mural do artista plástico Osmar Pinheiro no Ver-O-Peso, um dos mais famosos cartões postais de Belém, por uma pintura paga do grafiteiro paulista Eduardo Kobra, está rendendo e foi parar na Folha de São Paulo hoje.

O mural, há 25 anos, foi custeado pela prefeitura, à época comandada por Almir Gabriel. Um retrato do tucano era um dos detalhes da imagem. Nos últimos anos, a obra estava completamente abandonada e parte de sua pintura já havia sido apagada.

Sob a justificativa de comemorar os 394 anos de Belém, o Hangar pediu à prefeitura para, no lugar do mural, colocar outra obra, no que foi prontamente atendido. Na época em que era prefeito Edmilson Rodrigues, sumiram com outra peça criada por Osmar Pinheiro, “Velames“, instalada na pracinha do Ver-O-Peso. A família do artista, já falecido, vai acionar o MP e o Judiciário.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *