Os dirigentes do Sindicato e da Associação dos Servidores da Assembleia Legislativa festejaram o resultado da reunião de hoje com o presidente da Alepa, deputado Chicão, que também convidou para o encontro o Chefe de Gabinete da Presidência, Reginaldo Marques…

A Administração Superior do Ministério Público do Pará está empenhada em fortalecer a atuação dos promotores de justiça no arquipélago do Marajó, onde a situação de extrema pobreza, agravada pela pandemia, perpetua crimes gravíssimos como os abusos e exploração sexual…

“A Prefeitura de Belém, por meio da Comissão de Defesa Civil de Belém, informa que realizou vistoria técnica no bloco B do imóvel localizado na avenida Presidente Vargas, 762, no dia 11 de fevereiro, às 9h, em conjunto com representantes…

DEM e PSL ainda nem consumaram a fusão, prevista para outubro deste ano, mas a briga já é de foice. O ex-presidente do Senado Davi Alcolumbre e o ex-prefeito de Salvador ACM Neto duelam nos bastidores pelo comando do novo…

Mea culpa

O blog foi induzido ao erro por alguém interessado em derrubar seus pares, faz o mea culpa e pede perdão aos Coronéis Luiz Dário da Silva Teixeira (Comandante Geral da PM); Emanuel Augusto Cardoso Leitão (Subcomandante); Flaviano Gomes (Chefe da Casa Militar da Assembleia Legislativa); Luiz Ruffeil (ex-Comandante Geral); Major Garcia (representante da Federação das Associações de PMs); e Tenentes Coronéis Puty, Temístocles e Luiz Fernando, nominalmente citados no post “Insurreição na PMPA”.

De fato, houve uma reunião, autorizada e aberta pelo Comandante Geral, mas na qual foram tratados exclusivamente assuntos internos da Corporação, tais como adicional de inatividade, interiorização, incorporação dos DAS, e diferença de aumento salarial entre os praças e os oficiais, todos direitos inerentes à PM. Em nenhum momento o encontro serviu para demonstrar à governadora Ana Júlia Carepa insatisfação da tropa e muito menos para achincalhe à sua liderança.

O blog se penitencia, espera não ter causado danos, e agradece a atenção e a gentileza dos oficiais indevidamente citados no post anterior, ao esclarecer a verdade dos fatos.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *