A desgraça sempre chega a galope, mas tudo o que é bom se arrasta indefinidamente no Brasil, o país dos contrastes e contradições, rico por natureza, com poucos bilionários e povo abaixo da linha da pobreza. Parece inacreditável, mas tramita…

O prefeito de Oriximiná, Delegado Willian Fonseca, foi reconduzido ao cargo pelo juiz titular da Vara Única daComarca local, Wallace Carneiro de Sousa, e literalmente voltou a tomar posse nos braços do povo. Era por volta do meio-dia, hoje (26),…

A equipe multidisciplinar do centro obstétrico da Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará, em Belém (PA), vivenciou uma experiência rara e emocionante: o parto empelicado. Imaginem um bebê nascendo dentro da placenta intacta, com os movimentos visíveis, praticamente ainda…

Em ação civil coletiva do Sindicato dos Profissionais de Enfermagem, Técnico Duchista, Massagista, Empregados em Hospitais e Casa de Saúde do Estado do Pará, na qual o Ministério Público do Trabalho PA-AP atuou como fiscal da lei, a 2ª Vara…

Maçonaria repudia o “Fundão” eleitoral

“O Grande Oriente do Brasil, Instituição Maçônica Primaz no Brasil, nestes seus praticamente 200 anos de história, por meio da defesa dos ideais de liberdade, justiça, dignidade humana, moralidade e ética com a causa pública e para com vida dos menos favorecidos, é e sempre foi atuante nas causas mais importantes do nosso País, tais como a Abolição da Escravatura, a Proclamação da República, a Liberdade Religiosa, Política e de Expressão, dentre outras tantas lutas em favor da Sociedade.

Em meio à maior crise sanitária e econômica da história, devido ao Covid-19, recebemos através da imprensa, a notícia de que no dia 15 de julho de 2021, o Congresso Nacional elevou de R$ 1,8 bilhões para R$ 5,7 bilhões, o valor previsto para o Fundo Especial de Financiamento de Campanha em 2022 — o chamado “Fundo Eleitoral”, destinado unicamente ao financiamento de campanhas políticas.

É importante apontar que se avaliarmos o valor agregado neste infame aumento e considerando o valor do auxílio emergencial de R$ 300,00, se está retirando o auxílio a 19 milhões de brasileiros em situação de risco, renunciando a possibilidade de construir hospitais, escolas e de investir em pessoas nesta crise humanitária e sanitária que estamos vivendo e ainda salvar milhares de empresas e, por consequência, milhões de empregos.

Considerando que a Maçonaria e os Maçons constituem reserva moral deste país e que nosso Congresso Nacional, de forma sorrateira e irresponsável, buscou se aproveitar do momento de instabilidade política e de crise sanitária para aprovar esse aumento imoral em desrespeito à Sociedade, demostrando que nossa classe política ainda tem muito a evoluir no sentido humanitário, serve a presente para registrar o REPÚDIO e a NÃO ACEITAÇÃO do Grande Oriente do Brasil em face desse evidente e acintoso abuso contra nossa população.

Diante disso, solicitamos ao Presidente da República, que faça valer sua prerrogativa constitucional e VETE o aumento por contrariedade ao interesse público.

Convocamos todos os nossos Irmãos, Cunhadas e Amigos Congressistas e Políticos em todo o país, para além de repudiarem tamanho despropósito e desrespeito ao povo brasileiro, que movimentem suas bases políticas e partidos para que, uma vez vetado, seja efetivamente MANTIDO O VETO, evitando a sua derrubada por Congressistas insensíveis aos problemas enfrentados no Brasil.

Brasília, 20 de Julho 2021.

Mucio Bonifácio Guimarães

Grão-Mestre Geral

Grande Oriente do Brasil”

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *