A sesquicentenária samaumeira que perdeu seus galhos na madrugada desta segunda-feira (6) é memória afetiva de todos os paraenses e até de gente de fora do Pará e do Brasil que frequenta Belém durante o Círio de Nazaré. Localizada em…

O Tribunal Regional Eleitoral do Pará oficializou o resultado da eleição suplementar em Viseu 39 minutos após o encerramento da votação. Foi eleito prefeito Cristiano Vale (nº 11 – PP – Voltando pra Cuidar da Gente) e vice-prefeito Mauro da…

Nem bem foi inaugurado, e ainda faltando a instalação dos bancos e finalização, o calçadão da Avenida Beira-Mar, em Salinópolis, sofreu diversas avarias. A Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras acionou a empresa responsável pela obra, que está executando ações…

A expectativa era grande em relação à ida do governador Helder Barbalho à Assembleia Legislativa para a leitura da Mensagem na instalação da 61ª Legislatura. Funcionou como uma espécie de termômetro da Casa, que abriga novos deputados na oposição, e…

Luiz Otávio e vários paraenses na SNP


O  ex-senador
Luiz Otávio de Oliveira Campos foi nomeado Secretário Nacional de Portos. A
Portaria CC/PR 325/2017 foi publicada em edição extra do Diário Oficial da
União, anteontem (11). Contudo, o teor explosivo da delação do executivo da
Odebrecht Fernando Reis, que vazou e circula nas redes sociais em um vídeo
no qual relata como o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, recebeu
R$1,5 milhão da empreiteira para sua companha, detalhando que os pagamentos
eram acertados com Luiz Otávio, mencionando inclusive seu telefone e endereço,
e até de um hotel em São Paulo, onde se reuniram o diretor-superintendente da
Odebrecht, Mário Amaro, Helder Barbalho, o então prefeito de Marabá, João
Salame, e o senador Paulo Rocha (PT-PA, pode levar
por água abaixo
 o novo e
importante cargo. Outros paraenses foram nomeados na mesma edição do DOU para
cargos de direção no Ministério dos Transportes. Confiram o vídeo e a
publicação com os nomes dos novos diretores no Ministério dos Transportes.

O
Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, sustenta que Helder prometeu a
concessão da Cosanpa “em contrapartida”. O ministro, em nota de
esclarecimento já publicada aqui, negou todas as acusações.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *