0

Por sua atuação como jurista, escritor e atividade notarial e registral, ligada à eficácia e segurança na formalização dos atos jurídicos, o vice-presidente e corregedor eleitoral do TRE Pará, desembargador Leonam Gondim da Cruz Júnior, recebeu a Medalha de Mérito Notarial “Zeno Veloso”, criada em 2019 pelo Instituto de Protesto de Títulos do Brasil – Seção Pará em homenagem ao então tabelião Zeno Veloso. Na ocasião, ele mesmo indicou algumas pessoas para receber a medalha, dentre elas Leonam, que a recebeu das mãos do presidente do IEPTB-PA, Eleandro Granja Vanin e Hochmann, acompanhado do vice-presidente da instituição, Rodrigo da Silva Trigueiro. “Para mim, é uma honra receber essa medalha linda em memória do nosso amigo Zeno Veloso, pelo IEPTB-PA. Eu não sabia que ele havia me escolhido, fico surpreso, mas muito feliz”, declarou o desembargador. Serão concedidas, ao todo, cinco medalhas, de acordo com as indicações deixadas por Zeno Veloso. Todos foram referendados, à unanimidade, pelos tabeliães do Pará. Até agora, só duas personalidades foram condecoradas: a tabeliã Nelcy Maranhão Campos e o desembargador Leonam Cruz Jr.

Doutor em Direito Constitucional, MBA em Direito Civil, Processo Civil e Consumidor, especialista em Direito Agrário e membro da Academia Paraense de Letras, Leonam Cruz Jr. assumiu o Desembargo no Tribunal de Justiça do Estado do Pará na vaga do Quinto Constitucional, pela OAB-PA, após brilhante carreira como advogado.

Zeno Augusto Bastos Veloso (1945-2020) foi co-fundador e diretor nacional do Instituto Brasileiro de Direito de Família (IBDFAM). Nascido em 1º de junho de 1945, em Belém (PA), iniciou sua trajetória como escrevente de cartório no 1º Ofício de Notas, na década de 1960. Tornou-se tabelião substituto em 1966 e assumiu a serventia titular em 1969, antes mesmo de se formar em Direito. Foi deputado estadual e como tal coordenou a Comissão de Sistematização e foi relator da Constituinte estadual de 1989. Antes, assessorou a Assembleia Nacional Constituinte, de 1988.

Mestre em Direito, notário e professor, Zeno Veloso foi também renomado conferencista e articulista. Autor de várias obras de reconhecimento jurídico pela comunidade internacional, membro da Academia Brasileira de Letras Jurídicas (ABLJ) e da Academia Paraense de Letras Jurídicas, é um dos doutrinadores mais citados pelo Supremo Tribunal Federal, que adota sistematicamente suas teses.

Entre os seus muitos títulos, foi eleito Notório Saber pela Universidade Federal do Pará (UFPA), onde deu aulas de Direito Civil, e Doutor Honoris Causa da Universidade da Amazônia (UNAMA), na qual ministrou Direito Civil e Direito Constitucional Aplicado. Membro fundador do Conselho Federal do Colégio Notarial do Brasil (CNB-CF), ele também ocupava a Cadeira 32 da Academia Notarial Brasileira (ANB).

Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

RESPINGOS DAS FÉRIAS II

Anterior

GENTE JOVEM REUNIDA

Próximo

Vocë pode gostar

Mais de Notícias

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *