Ontem duas famílias viveram momentos de terror, vítimas de assalto à mão armada por volta das 13 horas, durante passeio no Parque do Utinga, um dos lugares mais lindos de Belém e importante equipamento turístico parauara. Trata-se do oitavo roubo…

Em iniciativa inédita, o Fórum de Entidades em Defesa do Patrimônio Cultural Brasileiro celebra os percursos individuais e coletivos que construíram as políticas de salvaguarda do patrimônio cultural no Brasil, lançando a obra “Em Defesa do Patrimônio Cultural”, organizado por…

Neste sábado, 16, postos de saúde ficarão abertos para a vacinação com foco em menores de 15 anos. Em Belém, 11 unidades vão funcionar das 8h às 14h. A campanha da Multivacinação iniciou no dia 04 de outubro e segue…

De autoria do carnavalesco e professor Paulo Anete, o enredo para o Carnaval 2022 da Escola de Samba Grêmio Recreativo Carnavalesco e Cultural Os Colibris, de Belém do Pará, é “Zélia Amada/ Zélia de Deus/ Zélia das Artes/ Herdeira de…

Lançamento do Trans 2018

O presidente do Sindarpa (Sindicato das Empresas de Navegação Fluvial e Lacustre e das Agências de Navegação do Estado do Pará) e do Movimento Pró-Logística Pará, Eduardo Carvalho, lança o Trans 2018 na próxima quarta-feira, 22, às 17h, na Fiepa, em meio a encontro com autoridades, imprensa e líderes do setor produtivo.
Com o slogan: “Pará – Plataforma Logística Internacional”, a programação inclui
 palestras e painéis com especialistas, uma feira de equipamentos portuários e de transporte multimodal, além de rodada de
negócios internacional.

VII Congresso e Feira Internacional de Transporte e Logística da Amazônia será de 20 a 22 de junho de 2018, no Hangar, e já se afirma como a maior janela de negócios para o setor logístico e da
infraestrutura de transportes de toda a Pan-Amazônia. Há vinte anos, quando já presidia o Sindarpa, o empresário de navegação Eduardo Carvalho lançou a primeira edição do congresso. A intenção é alavancar os projetos
estruturantes indispensáveis para a consolidação do Arco Norte: hidrovias Tocantins-Araguaia, Tapajós-Teles Pires-Juruena, Guamá-Capim e Marajó; Ferrovia Paraense, porto de águas profundas e também um polo tecnológico naval, referendado pela Faculdade de Engenharia
Naval da UFPA. 

O diretor executivo do MPL-PA, Alexandre Carvalho, que preside o Sindiporto, destaca, ainda, a
atração de novos players e abertura de leque de novos negócios para a economia paraense. 

Acompanho a iniciativa desde o surgimento dela e de fato seus inspiradores são uns visionários. O Pará bem que merece avançar.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *