Barcos regionais a motor, veleiros, vigilengas, rabetas, bajaras, canoas ubás, igarités, catraias, botes fazem parte da memória afetiva, produtiva e econômica parauara, navegando pelo oceano Atlântico, baías, rios que mais parecem mares, lagos, igarapés, furos, estreitos, igapós e campos alagados…

Embora o Quartel Tiradentes esteja localizado no coração do bairro do Reduto, sediando o 2º BPM e duas Companhias da Polícia Militar do Pará, os meliantes parecem desafiar abertamente os policiais. Os assaltos no bairro continuam muito frequentes, principalmente no…

Douglas da Costa Rodrigues Junior, estudante de Letras - Língua Portuguesa da Universidade Federal do Pará e bolsista do Museu Paraense Emílio Goeldi, ganhou a 18ª edição do Prêmio Destaque na Iniciação Científica e Tecnológica na área de Ciências Humanas…

O Ministério Público do Trabalho PA-AP abrirá na segunda-feira inscrições para Estágio de Nível Superior. A seleção será destinada ao preenchimento de vagas e formação do quadro de reserva de estagiários dos cursos de Administração/Gestão Pública, Biblioteconomia, Direito, Jornalismo, Publicidade/Propaganda…

Lançamento do Trans 2018

O presidente do Sindarpa (Sindicato das Empresas de Navegação Fluvial e Lacustre e das Agências de Navegação do Estado do Pará) e do Movimento Pró-Logística Pará, Eduardo Carvalho, lança o Trans 2018 na próxima quarta-feira, 22, às 17h, na Fiepa, em meio a encontro com autoridades, imprensa e líderes do setor produtivo.
Com o slogan: “Pará – Plataforma Logística Internacional”, a programação inclui
 palestras e painéis com especialistas, uma feira de equipamentos portuários e de transporte multimodal, além de rodada de
negócios internacional.

VII Congresso e Feira Internacional de Transporte e Logística da Amazônia será de 20 a 22 de junho de 2018, no Hangar, e já se afirma como a maior janela de negócios para o setor logístico e da
infraestrutura de transportes de toda a Pan-Amazônia. Há vinte anos, quando já presidia o Sindarpa, o empresário de navegação Eduardo Carvalho lançou a primeira edição do congresso. A intenção é alavancar os projetos
estruturantes indispensáveis para a consolidação do Arco Norte: hidrovias Tocantins-Araguaia, Tapajós-Teles Pires-Juruena, Guamá-Capim e Marajó; Ferrovia Paraense, porto de águas profundas e também um polo tecnológico naval, referendado pela Faculdade de Engenharia
Naval da UFPA. 

O diretor executivo do MPL-PA, Alexandre Carvalho, que preside o Sindiporto, destaca, ainda, a
atração de novos players e abertura de leque de novos negócios para a economia paraense. 

Acompanho a iniciativa desde o surgimento dela e de fato seus inspiradores são uns visionários. O Pará bem que merece avançar.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *