Vanete Oliveira, a jovem marajoara de 28 anos e mãe de cinco filhos que sofre há catorze anos com um tumor enorme em um dos olhos, que lhe cobre quase a metade da face, já está internada no Hospital Ophir…

Equipes da Divisão de Homicídios e da Delegacia de Repressão de Furtos e Roubos estavam monitorando há um mês o grupo criminoso que planejava roubar em torno de R$ 1 milhão no caixa eletrônico do Banpará localizado dentro do Hospital…

Vanete Oliveira, 28 anos, mãe de cinco filhos, vive em Portel, município do arquipélago do Marajó(PA). Ela sofre há catorze anos dores atrozes além do desconforto, trauma e todo tipo de dor física e psicológica, por conta de um tumor…

As Diretorias de Combate à Corrupção e de Polícia do Interior da Polícia Civil do Pará prenderam hoje (28), no Distrito Federal, durante a Operação "Litania”, uma falsa empresária e sócios-proprietários que utilizavam empresa de fachada como instituição financeira para…

Justiça para quem precisa

Os servidores da Alepa esperam que o Judiciário conclua com celeridade o processo que apura responsabilidade criminal de 14 envolvidos em fraude na folha de pagamento, esquema denunciado pela equipe liderada pelo promotor de justiça Arnaldo Azevedo. Hoje foi o quinto dia da audiência de instrução que começou na segunda-feira, 5, e vai até o dia 27, com definição de datas para interrogatório dos acusados. Testemunhas confirmaram, em depoimento à juíza Alda Gessyane Tuma, da 11ª Vara Criminal de Belém,  ter repassado cópias de documentos pessoais para cadastro destinado a cestas básicas e brinquedos, que não chegaram a receber. E que só souberam que na verdade tinham os nomes incluídos na folha de pagamento da Assembléia Legislativa ao serem chamados pelo Ministério Público. Entre os depoentes, o caso mais chocante é o de um garçom da Casa com salário de R$15 mil, que teria sido contratado com um ano de idade, com matrícula de um funcionário aposentado.

Como servidora de carreira da Alepa devo declarar que a maioria absoluta do quadro de pessoal da Casa é honesta e que todos estamos constrangidos pela ação funesta de meia dúzia que maculou a imagem do Poder Legislativo. É preciso que tudo fique esclarecido o mais rápido possível, a fim de que seja devidamente separado o joio do trigo. A corrupção anda de mãos dadas com a impunidade. A vergonha, a indignidade, a desonra não podem prosperar, ainda mais no seio da instituição que é a Casa do Povo. 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *